O Pós-Modernismo na Poesia brasileira: fases e características

Conheça as fases e principais características da poesia pós-moderna na literatura brasileira


João Cabral de Melo Neto: um dos principais poetas do pós-modernismo
João Cabral de Melo Neto: um dos principais poetas do pós-modernismo


Fases e principais características do Pós-Modernismo na poesia brasileira

 

Geração de 45

 

A “Geração de 45” foi uma corrente literária do Pós-Modernismo, que surgiu por volta de 1945. Não houve grandes rupturas com o Modernismo, mas sim uma coexistência de diferentes tendências literárias num mesmo período. O principal poeta brasileiro, da Geração de 45, foi João Cabral de Melo Neto (1920-1999).

 

Principais características dessa fase:

 

- Poesia mais contida.

 

- Poesia marcada pela presença do rigor formal. Porém, mantendo a tradição aliada as novas experiências modernistas.

 

- Presença de expressão nítida e disciplinada nas poesias.

 

- Principais poetas da Geração de 45: João Cabral de Melo Neto, Domingos Carvalho de Silva, Bueno de Rivera, José Paulo Moreira da Fonseca, Geir Campos e Ledo Ivo.

 

Concretismo: a poesia concreta

 

Movimento literário de vanguarda, que surgiu em meados da década de 1950 com a publicação da revista Noigandres. Está ligado também ao contexto do surgimento e crescimento dos novos meios de comunicação de massa como, por exemplo, a televisão e a propaganda.

 

Principais características:

- Poesia extremamente inovadora, marcada pela renovação da linguagem e experimentações. Muitas poesias concretistas parecem com desenhos feitos com palavras.

 

- Exploração dos aspectos materiais dos sinais: montagens de palavras, cores, tipografias, formas, símbolos, disposições geométricas, decomposições, etc. Nesse sentido, o poeta busca montar estruturas, que buscam se ligar visualmente.

 

- Presença de poesias com grande apelo visual.

 

- A poesia concretista é marcada pela presença de ligações com a música e com as artes plásticas.

 

- Poesia não linear, mas sim espacial.

 

- Poesia caracterízada pelo fim da sintaxe tradicional e do verso.

 

- Muitas poesias são produzidas com poucas palavras, que muitas vezes se repetem no texto.

 

- Os principais poetas concretistas foram: Haroldo de Campos, Augusto de Campos, Ronaldo Azeredo, José Lino Grünewald e Décio Pignatari.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Beba Coca-Cola" (1957): exemplo de poesia concreta de Décio Pignatari.

 

 

Poesia Praxis

 

Corrente poética pós-modernista brasileira, que surgiu no começo da década de 1960. Seu marco inicial foi a publicação da obra Lavra-lavra (1962) de Mário Chamie (principal poeta desse movimento). Nesse mesmo ano, foi lançada a revista Praxis, que foi a principal divulgadora das poesias desse movimento.

 

Além de Mário Chamie, podemos destacar outros poeta dessa corrente: Armando Freitas Filho, Arnaldo Saraiva e Yone Giannetti Fonseca.

 

Principais características:

 

- Oposição à palavra-coisa do Concretismo.

 

- A poesia é entendida como um objeto dinâmico, em oposição a poesia estática dos concretistas.

 

- Busca pela interação com leitor da poesia, através da transformação e manipulação.

 

- A poesia busca uma conexão da palavra com o contexto extralinguístico.

 

- Ligação entre o poeta e a vida social.

 

Poesia Social

 

Foi outra corrente da poesia pós-modernista, no Brasil, das décadas de 1950 e 1960.

 

Os principais autores da Poesia Social foram: Ferreira Gullar, Geir Campos, Moacir Félix e Tiago de Melo.


Principais características:

 

- Oposição ao uso demasiado de experimentalismos e teorizações da poesia de vanguarda (principalmente do Concretismo e da Poesia Praxis).

 

- Retorno para o estilo simples e direto, com uso de linguagem discursiva. Assim, os poetas buscavam uma comunicação mais fácil com o leitor.

 

- Uma das principais temáticas da poesia social foi a vida cotidiana simples e difícil do homem comum.

 

 

Artigo Publicado em: 22/05/2020
___________________________________

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).






O Pós-Modernismo na Poesia brasileira: fases e características Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Pós-modernismo e Literatura

Autor: Domício Proença Filho

Editora: Ática

Ano: 1988

Temas do livro: Literatura Brasileira


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.