Getúlio Vargas e a Era Vargas

Vida de Getúlio Vargas, Revolução de 1930, Estado Novo, Era Vargas, história do Brasil República, resumo, nacionalismo, desenvolvimento econômico


Vargas: uma das figuras políticas mais importantes da História do Brasil
Vargas: uma das figuras políticas mais importantes da História do Brasil

 

Biografia resumida

 

Getúlio Dornelles Vargas nasceu em 19 de abril de 1882, na cidade de São Borja (Rio Grande do Sul) e faleceu em 24 de agosto de 1954, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Foi presidente do Brasil entre os anos de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954, tendo sido o presidente que mais tempo governou o Brasil. Entre 1937 e 1945, instalou a fase de ditadura, período também conhecido como Estado Novo.

 

Revolução de 1930 e entrada no poder 

 

Getúlio Vargas assumiu o poder em 1930, após comandar a Revolução de 1930, que derrubou o governo de Washington Luís. Seus quinze anos de governo caracterizaram-se pelo nacionalismo e pelo populismo. Sob seu governo foi promulgada a Constituição de 1934. Em 1937, fechou o Congresso Nacional e instalou o Estado Novo, passando a governar com poderes ditatoriais. Sua forma de governo passou a ser centralizadora e controladora. Criou o DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda) para fiscalizar e censurar manifestações contrárias a seu governo.

 

Perseguiu opositores políticos, principalmente os partidários do comunismo. Enviou Olga Benário, esposa do líder comunista Luís Carlos Prestes, para a Alemanha nazista.

 

Principais realizações

 

Vargas criou a Justiça do Trabalho (1939), instituiu o salário mínimo e a Consolidação das Leis do Trabalho, também conhecida por CLT. Direitos trabalhistas como carteira profissional, semana de trabalho de 48 horas e férias remuneradas também são frutos de seu governo.

Getúlio Vargas investiu muito na área de infraestrutura do país, criando a Companhia Siderúrgica Nacional (1940), a Vale do Rio Doce (1942), e a Hidrelétrica do Vale do São Francisco (1945). Em 1938, criou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Saiu do governo em 1945, após um golpe militar.

 

Segundo mandato

 

Em 1950, Vargas voltou ao poder através de eleições democráticas. Nesse mandato continuou com sua política nacionalista e criou a campanha do "Petróleo é Nosso", que resultaria na criação da Petrobras. 

 

Suicídio de Vargas

 

Em agosto de 1954, Vargas suicidou-se no Palácio do Catete com um tiro no peito. Deixou uma carta testamento com uma frase que entrou para a história: "Deixo a vida para entrar na história". Até hoje, o suicídio de Vargas gera polêmicas. O que sabemos é que seus últimos dias de governo foram marcados por forte pressão política por parte da imprensa e dos militares. Além disso, a situação econômica do país não era boa, fato que gerava muito descontentamento entre a população.

 

Conclusão

 

Embora tenha sido um ditador e tenha governado com medidas controladoras e populistas, Vargas foi um presidente cujo governo teve como uma de suas principais marcas o desenvolvimento do país. Além de criar obras de infraestrutura e desenvolver o parque industrial brasileiro, tomou medidas favoráveis aos trabalhadores, e foi justamente na área do trabalho que deixou sua marca registrada. Sua política econômica gerou muitos empregos no Brasil e suas medidas favoreceram, principalmente, os trabalhadores brasileiros.

 

Carreira Política de Getúlio Vargas:

 

- 1909 - eleito deputado estadual no Rio Grande do Sul.

 

- 1913 - reeleito deputado estadual (renunciou no mesmo ano).

 

- 1917 - retornou à Assembleia Legislativa.

 

- 1919 e 1921 - reeleito deputado estadual.

 

- 1924 a 1926 - Deputado federal.

 

- 1926 a 1927 - Ministro da Fazenda.

 

- 1928 a 1930 - Governador do Rio Grande do Sul.

 

- 1930 a 1945 - Presidente do Brasil.

 

- 1951 a 1954 - Presidente do Brasil.

 

Você sabia?

 

- Getúlio Vargas era formado em Direito, ou seja, além de político era também advogado.


Getúlio Vargas desfilando, entre o povo de Vitória (ES), em 1951

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Getúlio Vargas desfilando, entre o povo de Vitória (ES), em 1951 (fonte: Arquivo Nacional).

 


Artigo publicado em: 20/04/06 - Última revisão: 09/10/18
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Impressão Google+


Getúlio Vargas e a Era Vargas Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Brasil - de Getúlio a Castelo

Autor: Skidmore, Thomas E.

Editora: Companhia das Letras

Ano de publicação: 2010

Temas do livro: História do Brasil

 

Getulismo e trabalhismo

Autor: Gomes, Ângela de Castro

Editora: Ática

Ano de publicação: 1989

Temas do livro: História do Brasil


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2018 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.