Música Medieval

Principais características, resumo, como era, principais compositores, gêneros musicais, instrumentos musicais utilizados na Idade Média.


Pérotin, um dos principais compositores musicais da Idade Média.
Pérotin, um dos principais compositores musicais da Idade Média.

 

Introdução

 

Na Idade Média (século X ao XV), a música esteve ligada, principalmente, à religião (cristianismo) e a Igreja Católica. Os principais temas musicais desse período estiveram relacionados a passagens bíblicas, vida de santos, rezas e orientações religiosas. Geralmente, essas músicas eram tocadas em igrejas (durante as missas) e nos mosteiros (cantadas pelos monges), como no caso do canto gregoriano.

Mas também havia a música laica (não religiosa), que era tocada nas festas dos castelos, nas ruas e também em tavernas (espécie de bares).

 

Principais gêneros musicais medievais:

 

- Canções trovadorescas: geralmente eram poemas satíricos ou amorosos, que eram musicalizados. Foi muito comum em Portugal durante os séculos XII e XIII.

 

- Moteto: surgiu no século XIII e se caracterizava, principalmente, por músicas formadas pela mistura de dois ou mais textos de temas diferentes. De caráter popular, possuíam, na maioria das vezes, caráter satírico.

 

- Missa: músicas de caráter religioso (cristão) cantado por coros durante as missas católicas.

 

- Conductus: canções religiosas cantadas durante as procissões católicas. Geralmente eram cantadas pelas pessoas que estavam participando da procissão.

 

- Hoqueto: neste gênero, a melodia era fragmentada em várias partes e distribuída entre os instrumentos musicais.

 

Principais compositores da música medieval:

 

- Pérotin (1160-1236): compositor francês da Escola de Notre-Dame. Foi, provavelmente, o criador do gênero Moteto. Uma de suas principais composições foi “Magnus Líber Organi”.

 

- Léonin (1135–1201): compositor de organum francês do século XII. Também fez parte da Escola de Notre-Dame.

 

- Guillaume de Machaut (1300-1377): compositor e poeta francês. Se destacou pelo uso de várias novidades harmônicas, rítmicas e melódicas. É um dos principais representantes da Ars Nova (novo método de notação musical). Sua principal obra foi a “Missa de Notre-Dame”.

 

- John Dunstable (1390-1453): um dos principais músicos e compositores medievais da Inglaterra. É considerado um dos responsáveis pela inovação musical na Idade Média. Foi o criador da técnica do falso bordão inglês (tipo de harmonização musical), que teve grande influência na fase inicial da música renascentista.


- Guillaume Dufay (1397-1474): foi um compositor flamengo da transição da Idade Média para o Renascimento. Obteve destaque pelo seu modelo musical de missa polifônica.


Principais instrumentos musicais usados na Idade Média:

 

- Rebeca: instrumento com 3 cordas, que é tocado com o uso de um arco.

 

- Cítola: instrumento de 4 cordas, tocado com os dedos.

 

- Harpa: instrumento de cordas de formato triangular.

 

- Charamela: instrumento musical de sopro, parecido com o atual oboé.

 

- Flauta: instrumento de sopro feito com um tubo oco de madeira com vários furos.

 

- Órgão: instrumento musical grande com teclas e pedaleira. Na Idade Média, os órgãos eram bem mais simples do que os atuais.


Guillaume Dufay, compositor musical flamengo da Idade Média

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

Guillaume Dufay, compositor musical flamengo da transição da Idade Média para o Renascimento.






Música Medieval Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Aspectos da Música Medieval no Ocidente Peninsular

Autor: Ferreira, Manuel Pedro

Editora: INCM Casa da Moeda

Ano: 2010

Temas do livro: Idade Média, História da Música, Arte Medieval


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.