Literatura Medieval

Neste texto você vai conhecer a Literatura Medieval, principais escritores da Idade Média, temas das obras literárias, características e o trovadorismo


Religião foi o principal tema da Literatura na Idade Média
Religião foi o principal tema da Literatura na Idade Média


Introdução histórica

 

Uma das principais características da literatura na Idade Média é a importância dada aos temas religiosos. Os textos e livros eram escritos principalmente por monges e integrantes do alto clero (bispos, arcebispos, papa). Como a maioria da população não sabia ler na Idade Média, esta literatura ficava restrita aos integrantes do clero e membros da nobreza.

 

As principais características da Literatura Medieval são:

 

- Abordagem de temas religiosos: vida de santos, alma humana, moral cristã, existência de Deus, passagens da Bíblia Sagrada, interpretações religiosas de aspectos cotidianos, etc.

 

- Influência da filosofia grega, principalmente dos filósofos Aristóteles e Platão. 

 

- Textos escritos em latim.

 

- Livros feitos à mão e copiados (reproduzidos) pelos monges copistas. 

 

- Muitos escritores se dedicaram à hagiografia (livros sobre a vida de santos católicos).

 

- Usavam o pergaminho para escrever os textos.

 

- Muitos escritores escreveram a partir de uma visão teocêntrica de mundo (vida do mundo gira em torno de Deus).

 

- O Trovadorismo se destacou como estilo literário, principalmente em Portugal e na Espanha.

 

- Os livros eram ilustrados com iluminuras (desenhos feitos nas margens).

 

- A partir do século XII, começam a ser escritos textos relatando feitos heroicos, guerras e batalhas, Cruzadas e a vida dos cavaleiros medievais. Neste contexto, destaca-se o Ciclo Literário Arturiano, que se refere ao Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda.

 

Trovadorismo

 

O trovadorismo foi a primeira manifestação literária da língua portuguesa. Surgiu no século XII e destacou-se pelas cantigas de amor, de escárnio, de maldizer e de amigo. Os mais importantes trovadores deste período foram: Paio Soares de Taveirós, Dom Dinis e Dom Duarte. 

 

Pintura representando o escritor Boecio com um livro aberto

Boecio: importante filósofo, teólogo e poeta italiano do século VI.



Principais escritores medievais:

 

- Boecio

 

- Geoffrey Chaucer

-  Chrétien de Troyes


- Santo Agostinho

 

- Giovanni Boccaccio

 

- São Tomás de Aquino

 

- Paio Soares de Taveirós

 

- Maria de França

 

- Dante Alighieri

 

- François Villon (transição da Idade Média para a Renascença).

 


Curiosidade histórica

 

- Robin Hood, um dos mais conhecidos heróis míticos medievais, surgiu na literatura popular inglesa em 1375.

 

Retrato de Dante Alighieri

Dante Alighieri (1265-1321): um dos principais escritores da Idade Média.

 

 

 

TEXTOS COMPLEMENTARES:
 

1 - François Villon, um poeta na transição da Idade Média para o Renascimento

 

François de Montcorbier, conhecido pelo nome artístico do François Villon, foi um poeta e escritor francês do final da Idade Média.

 

Nasceu na cidade de Paris, em 1431 (data exata desconhecida). Faleceu, aos 32 anos, em 1463 (local da morte desconhecido).

 

Sabemos pouco sobre sua vida pessoal. Porém, o que sabemos aponta na direção de que Villon teve uma vida errante marcada  por crimes, confusões, violência e problemas pessoais.

 

Grande parte de sua obra é composta por poemas curtos. Apenas dois poemas são longos: “O legado” e “O grande testamento”.

 

Entre suas principais obras, podemos citar: O legado ou o Pequeno Testamento (1456), Epístola a Maria de Orleans (1458), Balada de contradições (1458) e O grande testamento (1461).

 

Pintura medieval retratando François Villon

François Villon: pintura feita na Idade Média.

 

 

 

2 - Chrétien de Troyes

 

Chrétien de Troyes foi um escritor francês da Idade Média. Destacou-se na criação de romances e poemas, principalmente de contos de cavalaria. É considerado também um importante representante do trovadorismo francês medieval. De acordo com especialistas em literatura medieval, foi um dos pioneiros das novelas em língua francesa.

 

Chrétien de Troyes nasceu, provavelmente, na cidade de Troyes (nordeste da França) em 1.130 (data exata desconhecida). Faleceu em 1191 (ano provável), em local também desconhecido (provavelmente em sua cidade natal ou alguma cidade do nordeste francês).

 

Características de seu estilo literário:

 

- Os enredos de seus romances são complexos.

 

- Presença constante de temas como, por exemplo, amor, relacionamentos humanos e casamento.

 

- Escreveu, principalmente, novelas de cavalaria e poemas.

 

- O cavaleiro é apresentado como um herói.

 

- Abordagem de lendas arturianas (relacionadas ao Rei Arthur e seus cavaleiros).

 

- Viagens de cavaleiros e aventuras são também retratadas em suas novelas.

 

- Presença, embora sutil, de criticas ao estilo de vida na corte.

 

- Um dos principais personagens de seus poemas é o cavaleiro medieval Lancelote.

 

- Outro tema retratado em uma de suas obras é a busca pelo Santo Graal (cálice usado por Jesus na Última Ceia), temática muito presente no imaginário medieval.

 

- Presença do realismo. Em suas obras, Chrétien de Troyes mostra a estrutura da corte francesa no século XII. Podemos conhecer detalhadamente as festas, cerimônias, castelos, armas dos cavaleiros, trajes, torneios medievais e costumes. O imaginário medieval também está presente, principalmente nas figuras lendárias.

 

Capa de um livro mostrando um desenho de um cavaleiro com uma espada e um escudo mantado num cavalo branco

Capa do livro Lancelot: uma das principais obras de Chrétien de Troyes.

 

 



Última atualização: 15/09/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Literatura Medieval Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Fontes de pesquisa consultadas para a elaboração do texto:

 

- MARTINS, Mário. Estudos de Cultura Medieval. Porto Alegre: Editora Verbo, 1969.

- SARAÍVA, Antônio José. Iniciação à Literatura Portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.