Congresso de Viena

O Congresso de Viena foi uma conferência de embaixadores europeus cujo objetivo era redefinir as fronteiras europeias após a derrota de Napoleão.


Congresso de Viena: manutenção do absolutismo era o principal objetivo
Congresso de Viena: manutenção do absolutismo era o principal objetivo

 

O que foi

 

O Congresso de Viena foi uma conferência diplomática, ocorrida na cidade de Viena (capital da Áustria) entre setembro de 1814 e junho de 1815. Contou com a participação de representantes das grandes potências europeias, que haviam vencido a França de Napoleão em 1814.

 

Os principais objetivos do Congresso de Viena foram:

 

- Redação e estabelecimento das condições de paz na Europa, após da derrota de Napoleão.

 

- Redefinição do mapa político europeu, que havia sido modificado nas conquistas de Napoleão Bonaparte.

 

- Restauração ou permanência das monarquias absolutistas em grande parte das nações europeias.

 

- Combate aos ideais políticos liberais e aos movimentos democráticos que ganhavam força na Europa sob a inspiração da Revolução Francesa.

 

- Reprimir os movimentos emancipacionistas, que ganhavam força nas colônias europeias na América, inspirados pelos ideais iluministas e pela Revolução Francesa.

 

A Santa Aliança

 

A Santa Aliança foi um tratado de caráter conservador, internacional e militar entre Áustria (Império Austríaco), Rússia (Império Russo) e Prússia (Reino da Prússia). Esse acordo foi estabelecido na cidade de Paris, em 26 de setembro de 1815. Ele teve o czar russo Alexandre I como mandatário.

 

Além dos monarcas (representantes políticos das nações), a Santa Aliança contou com integrantes das principais denominações cristãs da Europa (católicos, ortodoxos e protestantes).

 

A Santa Aliança começou a enfraquecer a partir da década de 1820, quando não conseguiu evitar a independência de várias colônias da América do Sul. O ano de 1848, quando ocorreram as revoluções em países da Europa Central e Oriental, pode ser considerado o fim definitivo da aliança.

 

Contexto histórico

 

Esse tratado foi feito logo após a derrota da França, de Napoleão Bonaparte, na Batalha de Waterloo. Essa derrota significou o fim do Primeiro Império Francês e o exílio de Napoleão na Ilha de Santa Helena.

 

As principais nações que venceram a França (Rússia, Áustria e Prússia) impuseram várias consequências aos franceses no Congresso de Viena (1815).

 

A Santa Aliança ocorreu nesse contexto histórico, para afirmar as decisões do Congresso de Viena e fortalecer os ideais sociais, políticos e econômicos das nações vencedoras.

 

Principais objetivos da Santa Aliança:

 

- Combater o liberalismo, que era uma das principais características da Revolução Francesa. Nesse sentido, a Santa Aliança também era contrária aos princípios democráticos, constitucionalistas e emancipacionistas.

 

- Tentar retornar a Europa para a situação anterior à Revolução Francesa. Ou seja, retomar os princípios do Antigo Regime.

 

- Evitar a secularização do Estado, mantendo a influência da Igreja Católica e os princípios morais, religiosos e sociais do cristianismo.

 

- Estabelecer um pacto de ação em conjunto (entre as nações da Santa Aliança) para combater qualquer ação revolucionária, que tivesse como intenção derrubar o sistema absolutista e contestar o “direito divino dos reis”.

 

- Defender o sistema de recolonização, restaurando o Antigo Sistema Colonial.

 

Mapa mostrando os países da Santa Aliança

Países integrantes da Santa Aliança em 1815.

 

 

Quem participou do Congresso de Viena

 

Participaram do Congresso de Viena representantes da França, Império Austríaco, Reino Unido, Reino da Prússia, Império Russo, do Papa Pio VII, Reino da Sardenha, República de Gênova, Reino da Suécia e Confederação dos Cantões da Suíça.

 

Charge sobre o equilibrio de poderes no Congresso de Viena

Charge de 1815 sobre o equilibrio de poderes no Congresso de Viena.


 

 



Última atualização: 15/02/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Congresso de Viena Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

História das Relações Internacionais

Autor: Saraiva, José Flávio Sombra

Editora: Saraiva


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Logotipo do site Suapesquisa.com em preto e branco Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.