Anne Frank

Anne Frank foi uma adolescente alemã de origem judaica que foi vítima do nazismo alemão.


Anne Frank: seu diário já foi traduzido em diversas línguas
Anne Frank: seu diário já foi traduzido em diversas línguas

 

Quem foi


Annelisse Maria Frank, mais conhecida como Anne Frank, foi uma adolescente alemã cuja família era de origem judaica. Escreveu um diário, que se transformou posteriormente num livro, em que relata sua vida no esconderijo onde ficou 25 meses escondida para não ser capturada pelos nazistas.

 

Contexto Histórico em que viveu


Segunda Guerra Mundial. Perseguição nazista aos judeus na Alemanha e outros países da Europa.

 

Biografia de Anne Frank e seu diário


Anne Frank nasceu na cidade de Frankfurt (Alemanha) em 12 de junho de 1929, filha de Otto e Edith Frank. Sua família era judia, e ela tinha uma irmã mais velha chamada Margot. Os Frank eram uma família de classe média comum.


Com a ascensão de Adolf Hitler e do Partido Nazista ao poder na Alemanha, a família Frank, como muitos outros judeus, enfrentou crescente perseguição.


Em 1934, Otto Frank mudou sua família para Amsterdã, nos Países Baixos, para escapar da perseguição nazista. Anne se adaptou bem à vida em Amsterdã, frequentando a escola e fazendo novos amigos.


Os nazistas invadiram os Países Baixos em 1940, e as medidas antijudaicas aumentaram rapidamente. As liberdades da família Frank foram progressivamente restringidas, assim como as da população judaica.


Em julho de 1942, após Margot receber uma convocação para um campo de trabalho nazista, a família se escondeu em quartos secretos nos fundos do prédio onde Otto Frank trabalhava, conhecido como "Anexo Secreto". Posteriormente, juntaram-se a eles mais quatro pessoas judias.


Anne recebeu um diário de presente de aniversário de 13 anos, poucas semanas antes de se esconder. Ela começou a escrever nele imediatamente. O diário narra sua vida no esconderijo, seus pensamentos, medos, experiências e aspirações. Oferece uma perspectiva única e pessoal sobre a vida de uma família judia durante o Holocausto.


Em agosto de 1944, após mais de dois anos escondidos, o grupo foi traído e descoberto pelos nazistas. Eles foram presos e deportados para campos de concentração.


Anne e Margot foram transferidas de Auschwitz para o campo de concentração de Bergen-Belsen, onde ambas morreram de tifo no início de 1945, poucas semanas antes da libertação do campo.


Otto Frank foi o único membro do Anexo Secreto a sobreviver à guerra. Após seu retorno a Amsterdã, ele recebeu o diário de Anne, que havia sido salvo por Miep Gies, uma das ajudantes que auxiliou a família durante o período de esconderijo.


Comovido pelos escritos de Anne, Otto organizou sua publicação em 1947. O livro, intitulado "O Diário de uma Jovem", tornou-se um dos documentos mais importantes e comoventes da era do Holocausto.

Anne Frank morreu no campo de concentração de Bergen-Belsen (Alemanha) em 12 de março de 1945, aos 15 anos.

 

Foto em preto e branco de Anne Frank na escola

Anne Frank na escola aos 11 anos.

 

 

Exemplos de Frases:


- "Os pais podem apenas dar bons conselhos e indicar bons caminhos, mas a formação do caráter de um indivíduo está em suas próprias mãos".

 

- "Do fundo do coração, sei que nunca terei minha inocência novamente".

 

Cópia do original do Diário de Anne Frank

Cópia do original do Diário de Anne Frank

 




Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.