Período Helenístico

O período helenístico foi uma fase da história da Grécia Antiga marcada pela difusão da cultura grega pela Ásia Central e bacia do Mar Mediterrâneo.


Laocoonte e seus filhos: uma das principais obras do Período Helenístico
Laocoonte e seus filhos: uma das principais obras do Período Helenístico

 

O que foi - definição e período

 

É o período da história da Grécia Antiga e parte do Oriente Médio que vai de 336 a.C. (do início do reinado de Alexandre, o Grande da Macedônia) até 30 a.C. (anexação do Egito, último reino helenístico, por Roma).

 

Contexto histórico

 

Alexandre, o Grande deu continuidade à politica de expansão territorial de seu pai Felipe II. O Império Macedônico no período de Alexandre atingiu seu ponto máximo de conquistas territoriais. Abrangeu a Grécia, nordeste da África, Mesopotâmia, Anatólia até o rio Indo (na Índia). Portanto, gregos, persas, assírios e hindus foram conquistas pelos macedônicos.

 

Alexandre, o Grande, foi criado dentro da cultura grega, pois havia sido educado por Aristóteles, um dos principais filósofos da Grécia Antiga. Ele também teve contato também com a cultura oriental dos diversos povos que faziam parte do Império Macedônico. Esta fusão de aspectos culturais gregos e orientais é conhecida como Helenismo.


Com a morte de Alexandre em 323 a.C. teve início o esfacelamento do Império Macedônico. O território foi fragmentado entre generais, enfraquecendo o poder. Aproveitando do enfraquecimento político-administrativo do que restava, Roma conquistou o Império Macedônico no século I a.C.

 

Características principais deste período:



1- Nas Artes Plásticas e Arquitetura

 

As influências artísticas da cultura grega espalharam-se por todo Império Macedônico, influenciando artistas. O realismo e a temática voltada para o dramático foram as principais características deste período.

 

Principais obras: Vitória de Samotrácia (escultura); Laocoonte e seus filhos (escultura em mármore); Altar de Pérgamo (estrutura arquitetônica dedicada a Zeus); Vênus de Milo (estátua de mármore).


Vitória de Samotrácia, escultura da deusa grega Nice

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Vitória de Samotrácia (por volta de 220 a.C.): escultura da deusa grega Nice: exemplo de obra de arte helenística.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 - Na Filosofia

 

Houve três importantes escolas filosóficas neste período:

 

- Estoicismo: ética naturalista, visão unificada do mundo e lógica formal. Principais filósofos: Zenão de Cítio, Cleanto, Panécio de Rodes, Sêneca e Epicteto.


- Epicurismo: busca da felicidade e da tranquilidade através do conhecimento do mundo (dos desejos, da morte, dos medos e dos deuses) e da moderação dos prazeres. Principal filósofo: Epicuro.

 

- Ceticismo: a dúvida sobre as coisas do mundo é um dos principais preceitos do ceticismo. Principais filósofos: Pirro de Élis, Arcesilau e Carnéades.

 

3 - Na Literatura

 

Infelizmente, grande parte das obras deste período foi perdida. Mas podemos destacar alguns escritores helenísticos como, por exemplo:

 

- Calímaco: mitógrafo, poeta e bibliotecário grego, escreveu poemas épicos, hinos e epigramas.

 

- Teócrito: a simplicidade foi uma das principais características de seus poemas épicos e bucólicos.

 

Curiosidades históricas:

 

- O termo helenismo foi usado, pela primeira vez, em meados do século XIX pelo historiador alemão Johann Gustav Droysen.

 

- O mosaico surgiu no período helenístico.


Pintura mostrando Alexandre, o Grande numa batalha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alexandre, o Grande (rei da Macedônia): principal responsável pela formação da cultura helenística.

 

 

 

 

 


 

 

Última revisão e atualização: 09/09/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Período Helenístico Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Período Helenístico - Estoicismo, Ceticismo e Epicurismo (audiolivro)
Autor: Matheus, Carlos Eduardo
Editora: Universidade Falada
Temas: História Geral e Grécia Antiga.

 

Fontes de pesquisa utilizadas na elaboração do artigo:

 

- EYLER, Flávia Maria Schlee. História Antiga – Grécia e Roma: a formação do Ocidente. Petrópolis: Editora Vozes, 2014.

 

- VICENTINO, Cláudio. História Geral – volume único. São Paulo: Editora Scipione, 2011.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.