Mata dos Cocais

A Mata dos Cocais é uma formação florestal presente na região nordestina do Brasil.


Carnaúba: árvore típica da Mata dos Cocais
Carnaúba: árvore típica da Mata dos Cocais

 

O que é (definição) e localização



A Mata dos Cocais é uma floresta de transição, situada na região do nordeste brasileiro, entre a caatinga e o cerrado. Encontramos esta formação florestal, principalmente no norte dos estados do Maranhão e Piauí.


As características principais da Mata dos Cocais são:



1. As vegetações típicas da Mata dos Cocais são: babaçu (em maior quantidade), carnaúba, oiticica e buriti. Esta espécie vegetal é encontrada, principalmente, nos estados de Tocantins, Maranhão e Piauí.


2. No extrato mais baixo da mata, encontramos diversas espécies de arbustos e vegetações de pequeno porte.



3. As folhas das palmáceas caracterizam-se por serem grandes e finas.

 

Foto de uma palmeira buriti

Buriti (Mauritia flexuosa): palmeira típica da flora da Mata dos Cocais.




Economia baseada no extrativismo vegetal



O extrativismo é a principal atividade econômica na Mata dos Cocais. Milhares de pessoas vivem do extrativismo do coco de babaçu. A semente deste coco é utilizada como matéria-prima pelas indústrias de cosméticos, medicamentos e alimentos.  

 

Do babaçu, palmeira comum na Mata dos Cocais, são extraídos também óleo e fibras. As fibras são muito usada para fabricar cestos, chapéus e esteiras.



O óleo de carnaúba também é outra fonte de renda para os que se dedicam ao extrativismo vegetal na região.

 

Fauna


As espécies animais típicas da Mata dos Cocais são: macacos, aves, insetos, ariranha, boto, acará-bandeira (peixe), etc.

 

Foto de uma ariranha
Ariranha: uma espécie animal típica da fauna da Mata dos Cocais. Este mamífero é carnívoro, vive em bandos e habita áreas às margens de rios.

 

 

 



Atualizado em 11/03/2022




Você também pode gostar de:


Mata dos Cocais Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Aspectos da Vegetação do Brasil

Autor: Romariz, Dora A.

Editora: Dedigeo

 

Fonte de referência do artigo:

 

SENE, Eustáquio de, MOREIRA, João Carlos. Geografia – Projeto Múltiplo. São Paulo: Scipione, 2014. 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2022 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.