Animais em Extinção - dados, categorias e exemplos

Exemplos de espécies em extinção e principais causas.


Urso Panda Gigante da China: animal em extinção
Urso Panda Gigante da China: animal em extinção


Introdução 

 

Com a redução das florestas, aumento das queimadas e o tráfico de animais silvestres, muitas espécies de animais estão entrando em extinção. Governos de diversos países e sociedades protetoras de animais têm investido recursos para evitar tal violência contra os animais.

 

Pesquisas e causas da extinção de espécies animais 

 

As últimas pesquisas apontam que milhares de espécies animais foram extintas nos últimos cem anos. Muitas destas espécies jamais serão conhecidas por gerações futuras. Sabemos que, muitas delas, poderiam revelar ao homem informações importantes sobre o meio ambiente e até mesmo a cura para determinados tipos de doenças. 

 

Os cientistas não conseguem calcular com exatidão o número de espécie de seres vivos que habitam o nosso planeta. A diversidade biológica é muito grande, porém estima-se que haja em torno de 10 a 15 milhões de espécies da fauna, flora e microrganismos. Deste total, de 5 a 8 milhões seriam insetos, 400 mil seriam plantas, 60 mil de animais vertebrados, 5 mil mamíferos e 10 mil aves.

 

O relatório Planeta Vivo, elaborado pela WWF (Fundo Mundial para a Natureza), aponta uma queda significativa na quantidade de espécies entre 1970 a 1995. Este estudo monitorou diversas espécies e chegou a triste conclusão de que 35% dos animais de água doce foram extintos neste período. Com relação aos animais marinhos, a perda foi maior, pois atingiu a ordem de 44%.

 

Outro relatório importante, fruto de pesquisas, também apontou dados preocupantes. A União para a Conservação da Natureza (UICN) mostrou que um quarto das espécies conhecidas pelo homem estão ameaçadas de extinção. Entre estes animais, podemos destacar: o panda gigante da China, o elefante africano, o cervo-da-tailândia, o cavalo selvagem da Europa Central, o bisão da França, a baleia-azul, o leopardo, o lobo-vermelho, o orangotango, entre outros.


Entre as espécies vegetais, podem desaparecer do planeta as orquídeas de Chiapas, no México, e as bromélias da América e da África. 

 

Foto de um elefante africano adulto

Elefante Africano: animal em extinção

 

 

No ano de 2018, a revista Nature divulgou a existência de 25 locais da biodiversidade mundial que devem receber uma atenção urgente por parte das autoridades, pois são regiões que concentram um maior número de animais em vias de extinção. Entre estas regiões, a revista destacou: as florestas africanas, Cordilheira dos Andes, Mata Atlântica e Cerrado Brasileiro.

 

 


Causas da Extinção de Animais no Brasil

 

Mico-leão-da-cara-dourada: espécie em perigo de extinção no Brasil
Mico-leão-da-cara-dourada: espécie em perigo de extinção no Brasil

 

1 – Agropecuária

 

O desmatamento desordenado e ilegal, para o plantio e criação de gado, é, atualmente no Brasil, a principal causa de extinção de animais. O corte de árvores e eliminação de vegetação acaba com habitat natural de muitos animais, colocando em risco de extinção várias espécies. Muitas vezes, esse desmatamento ocorre através de queimadas, o que torna a situação ainda pior, pois mata o animal no local, sem que ele tenha chance de se deslocar.

 

2 – Expansão Urbana


O desmatamento para a construção de residências (ou outros tipos de construções) em áreas florestais é o segundo mais grave motivo para o extermínio de espécies animais. Não só a eliminação de habitat, mas também a presença humana é extremamente nociva a muitos animais.

 

3 – Geração de energia

 

A construção de usinas hidrelétricas em áreas florestais também ocasiona prejuízos sérios para a fauna brasileira. O alagamento de grandes extensões de terra, para o represamento de água, elimina o habitat de muitos animais. Muitas empresas retiram muitos animais, antes de fazer a represa, porém essa ação nem sempre gera resultados positivos em termos de preservação de espécies.

 

4 – Poluição ambiental

 

A poluição da água e do solo são também causas de extinção de espécies. A poluição de rios, por exemplo, pode eliminar espécies de peixes. Já a poluição do solo, pode provocar envenenamento de animais ou de alimentos consumidos por eles.

 

5 – Caça, captura e pesca ilegal

 

 Muitos animais são alvos de caçadores, que praticam essa ação para vender ou até comer a carne de espécies de animais selvagens. Quando ocorre em grande quantidade, essa ação pode provocar a extinção ou colocar em risco determinadas espécies. Aves exóticas, jabutis, saguis, cobras e outros animais são caçados para serem comercializados para serem transformados em animais de estimação domésticos. Além de ser uma prática de crime ambiental, gera muitos prejuízos para a fauna.

 

A pesca de peixes em risco de extinção ou no período de reprodução ( também são ações, que colocam em risco muitas espécies animais aquáticas (peixes e tartarugas, por exemplo).

 

6 – Mineração

 

Essa atividade, que muitas vezes é praticada de forma ilegal e descontrolada (sem os devidos cuidados ambientais), pode provocar a contaminação do solo e, principalmente, das águas dos rios. Os produtos químicos utilizados nessa atividade, principalmente o mercúrio, podem gerar a morte de muitos animais terrestres e peixes.

 

7 – Turismo desordenado

 

O turismo em áreas florestais ou de preservação ambiental é também muito prejudicial para a fauna brasileira. Infelizmente, muitos turistas deixam lixo nas matas, rios e mar. Essa poluição e a presença humana podem provocar a morte de animais ou até mesmo afugentar as espécies de seu habitat natural. Em outros locais, uma espécie pode não se adaptar bem em entrar em risco de extinção.

Sapinho-admirável-de-barriga-vermelha

Sapinho-admirável-de-barriga-vermelha (Melanophryniscus admirabilis): espécie ameaçada de extinção no Brasil.

 

 Fonte: Livro Vermelho 2018 do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

 

 

 

Tartaruiga-de-couro no mar

Tartaruiga-de-couro (Dermochelys coriacea), também conhecida como tartaruga-gigante, encontra-se em risco extramente alto de extinção.

 

Conclusão

 

Infelizmente o homem tem demonstrado uma dificuldade grande em viver em harmonia com a natureza. As espécies animais e vegetais sempre foram vítimas da violência e degradação proporcionadas pelo ser humano. A ganância e o desrespeito do ser humano sempre foram constantes na relação entre homem e natureza. Temos muito a aprender com os indígenas neste aspecto. Eles sempre souberam respeitar a natureza, pois sabem que sua existência depende diretamente do meio ambiente. Pena que o homem branco "civilizado" também tem ameaçado de extinção dos indígenas.

 

As Categorias do estado de risco de extinção de animais:

 

- Criticamente em perigo: CR


- Em perigo: EN


- Vulnerável: VU


- Quase ameaçada: NT


- Pouco preocupante: LC

 

Você sabia?

 

- Em 1 de outubro tem início a Semana de Proteção aos Animais. E 4 outubro é o Dia dos Animais.

 

- O número de espécies ameaçadas de extinção é alarmante. De acordo com dados divulgados pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), em 2016, são 1.194 espécies de mamíferos ameaçadas de extinção, 1.307 de aves, 1.961 de anfíbios, 902 de répteis e 2.172 de peixes. Com relação aos invertebrados, são aproximadamente 4 mil espécies que podem deixar de existir, caso nada seja feito para evitar este grave problema ambiental.

 

 

 



revisado e atualizado em 26/12/2020

 




Você também pode gostar de:


Animais em Extinção - dados, categorias e exemplos Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

100 animais ameaçados de extinção no Brasil

Autor: Bruno, Sávio Freire

Editora: Ediouro

 

Fontes de referência do texto:

 

- NARVAES, Patricia. Dicionário Ilustrado de Meio Ambiente. São Caetano do Sul: Editora Yendis, 2012.

- ANTAS, Luís Mendes. Dicionário de termos técnicos de Meio Ambiente. São Paulo: Editora Traço, 2004. 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Logotipo do site Suapesquisa.com em preto e branco Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.