Reciclagem do lixo e suas vantagens

A reciclagem é uma ação econômica com inúmeras vantagens ambientais.


Símbolo Internacional da reciclagem
Símbolo Internacional da reciclagem

 

O que é (conceito)

 

Reciclar significa transformar objetos usados em novos produtos para o consumo. Essa necessidade foi despertada a partir do momento em que se verificaram os benefícios que essa atitude traz para o planeta Terra.

 

Importância e vantagens da reciclagem

 

A partir da década de 1980, a produção de embalagens e produtos descartáveis aumentou significativamente, assim como a produção de lixo, principalmente nos países desenvolvidos. Muitos governos e ONGs (Organizações Não Governamentais) estão cobrando de empresas posturas responsáveis, pois  o crescimento econômico deve estar aliado à preservação do meio ambiente. Atividades como campanhas de coleta seletiva de lixo e reciclagem de alumínio e de papel já são comuns em várias partes do mundo.

 

No processo de reciclagem, que além de preservar o meio ambiente também gera riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Ele contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Muitas indústrias estão reciclando materiais como uma forma de reduzir os custos de produção.

 

Outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes cidades. Muitos desempregados estão buscando trabalho no setor e conseguindo renda para manter suas famílias. Cooperativas de catadores de papel e alumínio já são realidade nos centros urbanos do Brasil.

 

Muitos materiais, como o alumínio, podem ser reciclados com um nível de reaproveitamento de quase 100%. Derretido, o alumínio retorna para as linhas de produção das indústrias de embalagens, reduzindo assim os custos para as empresas.

 

Muitas campanhas educativas têm despertado a atenção para o problema do lixo nas grandes cidades. Nos grandes centros urbanos, dada a grande densidade populacional, tem havido grande dificuldade em se conseguir locais para a instalação de depósitos de lixo. A reciclagem, portanto, apresenta-se como uma solução viável economicamente, além de ser ambientalmente correta. Nas escolas, muitos alunos são orientados pelos professores a separar o lixo em suas residências. Outro dado interessante é que já é comum nos grandes condomínios a reciclagem do lixo.

Cores e símbolos da reciclagem

Símbolos da reciclagem por material

 

 

Assim como nas cidades, na zona rural a reciclagem também acontece. O lixo orgânico é utilizado na fabricação de adubo orgânico, que por sua vez é empregadona agricultura.

 

Como se pode observar, se o homem souber utilizar os recursos da natureza, muito em breve será possível viver em um mundo mais limpo e mais desenvolvido. Desta forma, o tão sonhado desenvolvimento sustentável do planeta poderá ser conquistado.

Duas sacolas de papel marrom reciclágem

Sacolas feitas com papel reciclável



Tipos de reciclagem e exemplos de produtos recicláveis

 

 – Vidro: potes de alimentos (azeitonas, milho, requeijão, etc.), garrafas, frascos de medicamentos, vasos e cacos de vidro (devem ser acondicionados de forma correta para não causar acidentes nas pessoas que coletam ou manipulam esses itens).

 

– Papel: jornais, revistas, folhetos, caixas de papelão e embalagens de papel.

 

– Metal: latas de alumínio, latas de aço, pregos, tampas, tubos de pasta, cobre e alumínio.

 

– Plástico: potes de plástico, garrafas PET, sacos plásticos, embalagens, tampas plásticas e sacolas de supermercado.

 

– Embalagens longa vida: de leite, de tomate, de sucos etc.

 

Tambores para a coleta seletiva do lixo
Coleta seletiva do lixo: o primeiro passo para o processo de reciclagem.

 

 

OS MATERIAIS NÃO RECICLÁVEIS

 

nem todos os materiais descartados por pessoas ou indústrias podem passar pelo processo de reciclagem. Estes, após passarem por processos industriais, não podem ser reutilizados. Grande parte destes materiais não recicláveis tem como destino o lixo comum.

 

1. VIDROS, CERÂMICAS E SEMELHANTES:


- Vidro de automóveis

- Vidro de janela

- Espelhos

- Cristais

- Lâmpadas (de todos os tipos)

- Vidro de boxe de banheiro

- Vidro temperado

- Ampolas de remédios, vacinas e injeções.

- Cerâmicas, porcelanas, pirex e louças

- Acrílicos

- Boxes temperados

- Lentes de óculos

- Tubo de TV

 

Óculos de armação preta

Lentes de óculos não são recicláveis.

 

2. PAPÉIS:


- Papel celofane

- Papel carbono

- Papel Higiênico

- Guardanapos e papel toalha com restos de alimentos

- Papel laminado

- Papel plastificado

- Fraldas descartáveis

- Espuma

- Etiquetas e adesivos

- Fotografias

- Fita Crepe

- Saco de cimento

 

3. METAIS:


- Latas enferrujadas

- Clipes e grampos

- Esponjas de aço

- Latas de tinta, verniz, inseticida e solvente.

- Aerossóis

 

Lata enferrujada

Metais enferrujados não são recicláveis.

 

4. PLÁSTICOS:

- Pote mole de iogurte

 

5. OUTROS:


- Esponja de Limpeza Doméstica

- Espuma Vinílica Acetinada (EVA)

- Embrulho de salgadinho e bala.

- Rolha de Vinho (feita de cortiça)

 

Observações:


 Isopor: este material (espécie de plástico) pode ser reciclado. Porém, muitas empresas que trabalham com reciclagem rejeitam o isopor em função do baixo retorno financeiro que representa.

 

* Pilhas, lâmpadas fluorescentes e baterias, embora não recicláveis, devem ser coletadas separadamente e não descartados com o lixo comum, pois em contato com o meio ambiente podem gerar contaminação do solo e água.

 


Você sabia?

 

- 5 de junho é o dia da reciclagem.

 

- Um dos países que mais reciclam o lixo é a Alemanha. Lá, cerca de 64% de todo o lixo é reciclado.

 

– O Brasil ainda recicla pouco seu lixo. Apenas 10% do total do lixo brasileiro vai para a cadeia de reciclagem.

 

- Alguns materiais não podem ser encaminhados para reciclagem em função do risco de contaminação que apresentam. Um caso típico são os materiais utilizados em processos cirúrgicos ou procedimentos médicos. Esses devem ser encaminhados para um tratamento (geralmente incineração) específico, com todos os procedimentos de segurança necessários.

 

– A reciclagem gera cerca de US$ 179 bilhões por ano no mundo (estimativa 2020). Cerca de dois milhões de empregos são mantidos com atividades ligadas a esse processo.

Reciclagem de Ferro
"Ferro velho": importante na reciclagem de ferro.

 

 

 

Dicas de Reciclagem


1 - Primeiramente devemos fazer a coleta seletiva, ou seja, separar em casa três tipos de resíduos: lixo orgânico, lixo material não reciclável e lixo material reciclável (veja lista abaixo).

 

2 - O lixo reciclável deve ser limpo antes de separá-los para a reciclagem. Potes e embalagens sujas podem gerar odores desagradáveis, além de atrair insetos, ratos e outros animais. Portanto, lave aquele pote de iogurte antes de enviá-lo para a reciclagem.

 

3 - Existem alguns materiais que não são recicláveis, porém não devem ser descartados no lixo comum em função do alto grau de poluição e contaminação que geram no meio ambiente. Equipamentos eletrônicos, pilhas, baterias de celular e lâmpadas, por exemplo, devem ser entregues em locais apropriados. Muitos estabelecimentos comerciais já recolhem estes produtos para encaminhá-los à empresas que fazem o descarte de forma apropriada, sem prejudicar o meio ambiente.

 

4 - Saiba que nem todo lixo não orgânico pode ser reciclado. Portanto, é importante conhecer quais resíduos materiais podem ir para o processo de reciclagem (veja relação abaixo).

 

5 - Materiais que você pode separar na coleta seletiva e encaminhar para a reciclagem: potes, garrafas e embalagens de plástico e vidro, papel sulfite, jornais, papelão, revistas, embalagens de metal, materiais de ferro, garrafas PET, sacos plásticos, canos de plástico ou metal, tecidos, couro, fios elétricos, pregos e parafusos.

 

6 - Materiais não recicláveis: papel carbono, papel celofane, etiquetas adesivas, fitas adesivas, fotografias, latas de tinta e verniz, esponjas de aço, embalagens metalizadas, espumas, cabo de panela, esponjas de limpeza, embalagens de produtos tóxicos, vidros temperados, espelhos, porcelana, cerâmica, vidros refratários, cristais e isopor.

 

Coletores coloridas para a coleta seletiva

Separação do lixo em coletores para a coleta seletiva: o primeiro passo para o processo de reciclagem.

 


TEXTO COMPLEMENTAR 1: A RECICLAGEM DE VIDRO

 

O vidro é um dos produtos mais utilizados nas tarefas do dia a dia. Ao ser descartado por pessoas e empresas, pode passar por um processo de reciclagem que garante seu reaproveitamento na produção do vidro reciclado. O vidro reciclado tem praticamente todas as características do vidro comum. Ele pode ser reciclado muitas vezes sem perder suas características e qualidades.

 

A reciclagem do vidro é de extrema importância para o meio ambiente. Quando reciclamos o vidro ou compramos vidro reciclado estamos contribuindo com o meio ambiente, pois este material deixa de ir para os aterros sanitários ou para a natureza (rios, lagos, solo, matas). Não podemos esquecer também, que a reciclagem de vidro gera renda para milhares de pessoas no Brasil que atuam, principalmente, em cooperativas de catadores e recicladores de vidro e outros materiais reciclados.


Uma das etapas mais importantes no processo de reciclagem de vidro é a separação e coleta seletiva do vidro. Nas empresas, condomínios e outros locais existem espaços destinados ao descarte de vidro.

 

Outra importante etapa no processo de reciclagem do vidro é sua separação por cores (âmbar, verde, translúcido e azul) e tipos (lisos, ondulados, vidros de janelas, de copos, etc.). Esta separação é de extrema importância para a fabricação de novos objetos de vidro, pois garante suas características e qualidades.



Tipos de vidros recicláveis (exemplos):


- Garrafas de sucos, refrigerantes, cervejas, vinhos e outros tipos de bebidas.

- Potes de alimentos

- Cacos de vidros

- Frascos de remédios

- Frascos de perfumes

- Vidros planos e lisos

- Para-brisas

- Vidros de janelas

- Potes de vidro de azeitonas, palmito, cogumelos, geleias, etc.

- Pratos, tigelas e copos (desde que não sejam de acrílico, cerâmica ou porcelana).

 

Curiosidades:


- A principal matéria-prima usada na produção de todos os tipos de vidro é a sílica (dióxido de silício).

 

Garrafas de vidro para reciclagem

Garrafas de vidro: muito utilizadas no processo de reciclagem.

 

 

TEXTO COMPLEMENTAR 2:

A RECICLAGEM DE PAPEL

 

O papel é um dos produtos mais utilizados nas tarefas do cotidiano. Quando não está sendo mais utilizado, pode passar por um processo de reciclagem que garante seu reaproveitamento na produção do papel reciclado. O papel reciclado tem praticamente todas as características do papel comum, porém sua cor pode variar de acordo com o papel utilizado no processo de reciclagem. 

 

A reciclagem do papel é de extrema importância para o meio ambiente. Como sabemos, o papel é produzido através da celulose de determinados tipos de árvores. Quando reciclamos o papel ou compramos papel reciclado estamos contribuindo com o meio ambiente, pois árvores deixaram de ser cortadas. Não podemos esquecer também, que a reciclagem de papel gera renda para milhares de pessoas no Brasil que atuam, principalmente, em cooperativas de catadores e recicladores de papel.



Tipos de papéis recicláveis


Tipos de papel que podem ser reciclados: papel sulfite, papelão, caixas de embalagens de produtos, papel de presente, folhas de caderno, tubos de papelão, caixas de ovos, entre outros.



Como fazer papel reciclado em casa (reciclagem caseira):



1º - Separe o papel que não está mais sendo utilizado, recorte em pequenos pedaços e coloque num recipiente com água. Deixe assim durante um dia completo.


2º - Pegue este papel molhado e bata num liquidificador ou mexa bastante até dissolver e virar uma espécie de massa.


3º - Coloque essa massa espalhada (no formato fino) numa espécie de rede fina e cubra com um peso que terá a função de prensar.


4º - Depois de 24 horas, retire o peso e deixe o papel secar, de preferência em ambiente seco ou ao sol.  

 

Você sabia?

 

- Cerca de 48,2% do papel, produzido e comercializado no Brasil, é reciclado e volta para a cadeia produtiva (dado relativo ao ano de 2019).

 

Caixas de papelão para reciclagem

Caixas de papelão: material muito utilizado no processo de reciclagem.

 

 



Última atualização: 31/08/2022




Você também pode gostar de:


Reciclagem do lixo e suas vantagens Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Cadeia de reciclagem - um olhar para os catadores

Autor: Demajorovic, Jacques

Editora: Senac São Paulo

 

Fonte de pesquisa do artigo:

 

- VEYRET, Yvette. Dicionário do Meio Ambiente. São Paulo: Senac, 2012.

- FORNARI, Ernani. Dicionário Prático de Ecologia. São Paulo: Aquariana, 2001. 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2022 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.