Especiarias na História

Saiba o que são especiarias, exemplos e sua relação com a história no tempo das Grandes Navegações.


Especiarias: temperos tinham alto valor na época das Grandes Navegações
Especiarias: temperos tinham alto valor na época das Grandes Navegações

 

Definição (o que são) e exemplos

 

As especiarias são temperos (condimentos) usados na culinária para proporcionar sabores diferentes nas comidas. Algumas especiarias também eram e ainda são utilizadas na fabricação de cosméticos, óleos e medicamentos. As principais são: pimenta, gengibre, cravo, canela, noz-moscada, açafrão, cardamomo e ervas aromáticas.

 

As especiarias na História

 

Na época das Grandes Navegações e Descobrimentos Marítimos (séculos XV e XVI) eram muito valorizadas na Europa, pois não podiam ser cultivadas neste continente em função do clima. O surgimento e crescimento da burguesia também aumentou a demanda por produtos considerados de luxo na época, como, por exemplo, as especiarias.

 

No século XV, os comerciantes de Gênova e Veneza, cidades italianas, tinham o monopólio destas especiarias. Compravam no Oriente, principalmente na Índia e China, e vendiam com alta porcentagem de lucro no mercado europeu. Estas especiarias eram levadas para Europa através da rota do Mar Mediterrâneo, dominada pelos comerciantes italianos.

 

No século XVI, os portugueses descobriram uma rota alternativa para chegar ao oriente, através da navegação pela costa africana. Passaram a comprar as especiarias diretamente na fonte e tiraram o monopólio dos italianos. As caravelas portuguesas chegavam à Europa carregadas de especiarias, que eram vendidas com altas taxas de lucro. Portugal se tornou uma potência econômica da época.

 

Canela em pau, especiaria

Canela: uma especiaria muito valorizada na época das Grandes Navegações.

 

 

Especiarias a venda em sacos num mercado com indicadores de preços

Especiarias a venda a granel num mercado.

 

 

Você sabia?

 

Uma das especiarias mais usadas na fabricação de doces é a baunilha. Ela é um fruto em forma de favo perfumado e adocicado. Em função de seu aroma agradável, também é usada na produção de perfumes.

 

 



Atualizado em 14/03/2022

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Especiarias na História Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Sabores perigosos - a História das Especiarias
Autor: Dalby, Andrew
Editora: Senac São Paulo


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2022 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.