Engenho de Açúcar

Saiba o que foi, definição da palavra, características bibliografia, história, como eram e função


Engenho de açúcar: unidade de produção do período colonial
Engenho de açúcar: unidade de produção do período colonial

 

Definição (o que foi)

 

O engenho de açúcar foi um sistema de produção açucareira do período colonial brasileiro. Este nome era relacionado, principalmente, às fazendas. Porém, era aplicado também às máquinas que moíam a cana-de-açúcar e outras instalações envolvidas no processo. Grande parte destes engenhos estava estabelecida na região nordeste do Brasil. A maior parte do açúcar produzido nos engenhos era destinada ao mercado europeu. 

 

Instalações do engenho 

 

Dentro dos engenhos havia também a casa-grande (habitação do senhor de engenho e sua família), a senzala (habitação dos escravos), capela, horta e canavial.

 

Mão de obra

 

Para os trabalhos mais pesados, os senhores de engenho utilizavam a mão de obra escrava de origem africana. 

 

Crise 

 

Os engenhos de açúcar entraram em decadência, em meados do século XVIII, com a concorrência do açúcar holandês, pois estes foram produzir açúcar nas ilhas da América Central. 

 

Você sabia?

 

Atualmente, existem muitas fazendas coloniais e engenhos de açúcar, que foram restaurados e transformados em museus e hotéis. É um excelente passeio para conhecer um pouco mais da vida e História do Brasil no período colonial.




Impressão


Engenho de Açúcar Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

- O engenho de açúcar no Nordeste

  Autor: Diegues Jr., Manoel

  Editora: Edufal

  Temas: História do Brasil, Economia colonial

 

 

- O engenho colonial

  Autor: Teixeira Jr., Luiz Alexandre

  Editora: Ática

  Temas: História do Brasil, Período Colonial, Economia

 


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.