Energia Elétrica no Brasil: dados e geração

O Brasil produz energia elétrica através de várias fontes. A principal é a hidrelétrica.


Rede de transmissão de energia elétrica
Rede de transmissão de energia elétrica

 

Definição (o que é)

 

A energia elétrica é uma das formas de energia mais utilizadas no mundo. Ela é gerada, principalmente, nas usinas hidrelétricas, usando o potencial energético da água. Porém ela pode ser produzida também em usinas eólicas, termoelétricas, solares, nucleares entre outras.

 

A energia elétrica é baseada na produção de diferenças de potencial elétrico entre dois pontos. Estas diferenças possibilitam o estabelecimento de uma corrente elétrica entre estes dois pontos.

 

A energia elétrica, para chegar ao consumidor final, depende de uma eficiente rede elétrica, composta por fios e torres de transmissão.

 

Importância da energia elétrica

 

A energia elétrica é de fundamental importância para o desenvolvimento das sociedades atuais. Ela pode ser convertida para gerar luz, força para movimentar motores e fazer funcionar diversos produtos elétricos e eletrônicos que possuímos em casa (computador, geladeira, micro-ondas, chuveiro, etc.).

 

Como é gerada 

 

A energia elétrica, produzida através das águas, sol e vento, é considerada uma forma de energia limpa, pois apresenta baixos índices de produção de poluentes em todas as fases de produção, distribuição e consumo. Além disso, é uma fonte renovável, pois nunca irá se esgotar como acontecerá um dia com o petróleo.

 

Importante: a energia elétrica é extremamente perigosa. Somente profissionais habilitados devem ter acesso a suas fontes de produção, armazenamento e distribuição. Um simples fio de energia elétrica pode provocar um choque e levar uma pessoa a morte.

 

Fontes de geração de energia elétrica no Brasil (ano de 2020) - oferta interna por fonte:

 

- Hidráulica: 56,8%

 

- Biomassa: 8,2%

 

- Gás Natural: 12,8

 

- Derivados do Petróleo: 3%

 

- Nuclear: 2,2%

 

- Eólica: 10,6%

 

- Carvão e derivados: 3,9%

 

- Solar: 2,47%

 

Fonte: Ministério de Minas e Energias - Relatório Final BEN 2022

 

Acesso à energia elétrica no Brasil

 

De acordo com a Pnad 2019 (IBGE), divulgada em maio de 2020, 99,8% das residências brasileiras possuem acesso à energia elétrica. A maioria tem acesso pela rede geral de distribuição. Porém, uma parcela menor das residências utiliza fontes alternativas (a solar gerada na residência é a mais comum).

 

Curiosidades:

 

- A maior usina hidrelétrica do Brasil é a Usina de Itaipu, porém ela é binacional, ou seja, do Brasil e do Paraguai. A maior exclusivamente do Brasil é a de Belo Monte, localizada no rio Xingu (Pará).

 

- Já existem vários modelos de automóveis movidos a energia elétrica. Além de não emitirem poluição, estes carros possuem a vantagem de serem silenciosos. Nestes veículos, a energia elétrica é armazenada em baterias.

 

- Até chegar ao consumidor final (residências, empresas, escolas, etc.), a energia elétrica percorre o seguinte caminho (nesta sequência): usina hidrelétrica (onde é gerada), gerador, subestação elevadora, linhas de transmissão, subestação abaixadora, transformador, postes de iluminação e distribuição e consumidor final.

 

- A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) é a agência reguladora que fiscaliza e regula a geração, comercialização e transmissão da energia elétrica no Brasil.

 

- Saiba mais sobre energia elétrica no Brasil acessando o site do Ministério de Minas e Energia.

 

Foto da Usina Hidrelética de Belo Monte
Usina Hidrelétrica de Belo Monte (rio Xingu): a maior geradora de energia elétrica do Brasil.

 

 

TEXTO COMPLEMENTAR: ECONOMIA DE ENERGIA ELÉTRICA

 

Consumir de forma racional a energia elétrica apresenta dois benefícios principais. Para o consumidor, gera uma boa redução no custo da conta de energia elétrica, possibilitando economia todos os meses. Outra vantagem é do ponto de vista ambiental, pois a redução do consumo possibilita o aumento do estoque de energia no país, evitando assim o uso de energia proveniente das usinas térmicas que aumentam a poluição do ar.



Exemplos práticos para economizar energia elétrica:

 

- Uso ao máximo a luz solar durante o dia, ligando a iluminação somente quando necessário.

 

- Não deixe as luzes acessas em cômodos que não possuem pessoas.

 

- Ligue o ferro elétrico somente quando tiver uma significativa quantidade de roupa para passar.

 

- Quando possível, instale sistema de captação de energia solar para ser transformada em energia elétrica em casa.

 

- Em banheiros com chuveiro elétrico, tome banho rapidamente. Uma dica é ensaboar todo o corpo antes de ligar o chuveiro. Outra é deixar o chuveiro na posição verão, pois assim o aquecimento da água é menor e o consumo de energia elétrica também.

 

- Use o aparelho de micro-ondas somente quando necessário.

 

- Procure comprar aparelhos elétricos e da linha branca (principalmente geladeira) com selos que indicam baixo consumo de energia elétrica. O mais indicado é o selo Procel de economia de energia.

 

- Evite ao máximo o uso de máquinas de lavar louça e secadoras.

 

- Não deixe televisores, rádios, videogames e outros aparelhos ligados quando não estiver usando.

 

- Quando for ficar muito tempo fora de casa, vale a pena tirar da tomada os aparelhos eletrônicos de controle remoto. Mesmo na posição de stand by ocorre o consumo de energia elétrica.

 

- Use sempre em casa as lâmpadas eletrônicas ou de LED (mais econômicas).

 

- Pinte a parte interna da casa de cores claras (preferência para o branco), pois estas refletem a luz solar e deixa o ambiente mais claro, evitando assim acender lâmpadas durante o dia.

 

- Evite abrir constantemente a porta da geladeira, pois isso aumenta seu consumo de energia.

 

- Evite usar ar condicionado e aquecedor elétrico, pois estes gastam muita energia. Se necessitar usar o ar condicionado, deixe a porta do ambiente climatizado fechada, assim o consumo de energia será menor.

 

- Para quem mora em residência antiga, vale a pena chamar um eletricista para fazer uma checagem no funcionamento da rede elétrica interna. Fiação antiga pode apresentar problemas que geram perda de energia elétrica.



Foto de uma lâmpada LED
Lâmpada LED: seu uso reduz bastante o gasto com energia elétrica.

 

 

 



Atualizado em 31/08/2022




Você também pode gostar de:


Energia Elétrica no Brasil: dados e geração Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Energia Elétrica

Autor: Silva, Marcelo S. da

Editora: Alameda


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2022 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.