Governo Washington Luís

Leia este texto para saber quem foi Washington Luís e quais suas principais realizações de governo.


Washington Luís: o último presidente da República Velha
Washington Luís: o último presidente da República Velha

 

Quem foi e carreira política

 

Washington Luís Pereira de Sousa (nome completo) foi o 13º presidente da República do Brasil. Seu período de mandato presidencial foi de 15 de novembro de 1926 a 24 de outubro de 1930.

Nasceu na cidade de Macaé (Rio de Janeiro) em 26 de outubro de 1869. Faleceu na cidade de São Paulo, aos 87 anos de idade, em 4 de agosto de 1957.

Além de político, Washington Luís era advogado e historiador. Fazia da liderança do PRP (Partido Republicano Paulista).

Começou sua carreira política como prefeito de Batatais e depois foi Secretário da Justiça e Segurança Pública do estado de São Paulo. Foi também deputado estadual por dois mandatos, prefeito da cidade de São Paulo, presidente de São Paulo (cargo equivalente ao de governador, na atualidade) e Senador da República.

 

O Golpe de 1930 que derrubou seu governo

 

Washington Luís foi o último presidente da República das Oligarquias, nome dado ao período histórico que manteve no poder a elite agrária, entre 1894 e 1930, através da Política do Café com Leite (alternância no poder de políticos paulistas e mineiros).

 

Liderado por Getúlio Vargas, o Golpe de 3 de outubro de 1930 depôs Washington Luís e impediu Júlio Prestes de assumir a presidência.

 

Principais realizações do governo Washington Luís:

 

- Durante seu mandato presidencial investiu muito na construção de estradas. É dele a frase muito conhecida, que ainda hoje é utilizada por alguns políticos desenvolvimentistas: “Governar é abrir estradas”.

- Criou, no ano de 1928, a Política Rodoviária Federal, órgão policial que cuida da segurança nas rodovias. A PRF existe até os dias de hoje.

- Aboliu o Estado de Sítio, que havia sido declarado por seu antecessor, o presidente Artur Bernardes.

- Seu governo foi marcado por censura à imprensa. Também perseguiu políticos ligados ao PCB (o Partido Comunista do Brasil, que foi criminalizado), anarquistas e movimentos de oposição tenentistas. Tudo isso estava relacionado com a criação da Lei Celerada de 1927.

- O fim do seu governo foi conturbado em função, principalmente, da crise econômica mundial, que teve início com a Quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque em 1929. O comercio internacional de café, que era o principal produto de exportação do Brasil, foi fortemente afetado com a crise. Havia também conflitos políticos entre as oligarquias de São Paulo e Minas Gerais. Esse fato enfraqueceu muito seu governo, principalmente no último ano, abrindo caminho para o Golpe de 1930.

- Havia também no Brasil uma crescente oposição ao seu governo e grande insatisfação popular com o desgaste da velha política mantida pela oligarquia rural brasileira.


Curiosidade:

 

- O apelido de Washington Luís era "o Paulista de Macaé", pois embora tenha nascido de Macaé (interior do estado do Rio de Janeiro) ele construíu toda sua carreira política no estado de São Paulo.


Foto oficial do presidente Washington Luís e seus ministros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O presidente Washington Luís (no centro da foto) e os ministros que faziam parte do seu governo.

 

 

 

Artigo publicado em 10/07/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Governo Washington Luís Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

DEBES, Célio, Washington Luis, São Paulo, Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1993, 2 volumes.

 

KOIFMAN, Fábio, Organizador, Presidentes do Brasil, Editora Rio, 2001.

 

LORENZO, H. C., COSTA, W. P., organizadores, A Década de 1920 e as Origens do Brasil Moderno, Editora Unesp, São Paulo, 1997.

 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.