Revolução do Haiti de 1791

Saiba como foi, as principais causas e consequências da revolução haitiana


Toussaint L'Ouverture: um dos principais líderes da Revolução do Haiti
Toussaint L'Ouverture: um dos principais líderes da Revolução do Haiti

 

Introdução

 

Inspirados pelos ideais iluministas que eclodiram durante o século XVI, a Revolução do Haiti é considerada uma das maiores revoluções da modernidade. O processo durou entre 1971 e 1804 e também ficou conhecido como Revolta de São Domingos.


O Haiti foi o primeiro país da América Latina a se tornar independente de sua colônia.


Na época, o Haiti era chamado de colônia de Saint Domingue e era uma ilha que gerava muitos lucros para a França com a produção e a exportação de açúcar e café por toda a Europa.

 

Causas principais, líderes e como foi

 

A principal causa da Revolução de Saint Domingue foi os maus tratos causados aos escravos, pois eles não aguentavam mais tanta tortura, mutilação e humilhação vindas dos senhores de engenho.


Em 1791, a população do Haiti era constituída em sua grande maioria por escravos negros trazidos da África. Toussaint L’Overture e Dutty Boukman foram os responsáveis por liderar a rebelião contra a França e Napoleão.


L’Overture influenciou os outros escravos a capturar e matar os senhores brancos da ilha. As tropas francesas resistiram às revoltas dos escravos, entretanto não foi por muito tempo, pois os revolucionários haitianos receberam reforços os exércitos espanhóis e ingleses.


Em pouco tempo L’Overture chegou a assumir o governo do Haiti, mas Napoleão Bonaparte conseguiu capturá-lo e o aprisionou em Paris. Toussaint L’Overture morreu após dois anos devidos aos maus tratos na prisão.


Mesmo com um de seus principais líderes preso, os haitianos não desistiram de sua emancipação e Jean-Jacques Dessalines assumiu o comando da ilha, denominando-a efetivamente como Haiti.


Consequências principais do processo revolucionário haitiano

 

Em 1803 após derrotar as tropas francesas e proclamar a independência, também foi declarado o fim da escravidão no país no Haiti.

 

A independência do Haiti não foi tão benéfica como os escravos esperavam. O Haiti teve que pagar uma indenização exorbitante à França, que o levou a uma crise econômica imensurável. Os países que mantinham relações comerciais com a ilha ficaram com receio que outros países da América Latina fizessem a mesma coisa, então começaram a se afastar.


Devido à crise política e monetária, o país chegou a ser regido por dois sistemas políticos, monárquico e republicano. Em 1820, Jean Boyer conseguiu unificar o país para apenas um regime, o republicano.


A Revolução Haitiana teve grande impacto na América Latina. No Brasil, por exemplo, foi criada uma lei que punia qualquer escravo que se inspirasse na Revolta de Saint Domingue, com punições severas.

 

Você sabia?


- O país tem o nome da Haiti em homenagem aos índios que foram exterminados com a ocupação dos europeus.


Batalha em San Domingo durante a Revolução Haitiana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Batalha em San Domingo durante a Revolução Haitiana.

 

 

 

Artigo publicado em 19/03/2020.

_____________________________________


Por Misleine Neris de Souza Silva

Licenciada em História pela Faculdade JK de Brasília (2012) e Pós-Graduada em História Cultural pelo Centro Universitário Claretiano (2014).






Revolução do Haiti de 1791 Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

A Revolução do Haiti e o Brasil Escravista: o que Não Deve ser Dito

Autor: Morel, Marco

Editora: Paco Editorial

Ano: 2017

Temas do livro: História Geral, Escravidão na América


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.