Belle Époque

Período histórico e cultural que se ocorreu na Europa e também no Brasil no final do século 19 e começo do 20.


Exposição Universal de Paris (1900): importante evento da Belle Époque
Exposição Universal de Paris (1900): importante evento da Belle Époque

 

O que foi a Belle Époque

 

Expressão francesa que significa “bela época” e corresponde ao período da história entre o final do século XIX (fim da guerra franco-prussiana em 1870) e o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914, correspondendo também à era da Terceira República Francesa. Trata-se de um período que testemunha muitos avanços tecnológicos, políticos, sociais, econômicos e, sobretudo, culturais. As duas capitais europeias que melhor ilustram a Belle Époque são Paris e Viena.



Contexto histórico e origem do nome

 

A era deve seu nome a uma burguesia que vive de suas rendas, aprova o progresso e as criações culturais e viaja muito. A República Francesa entra em sua Era de Ouro com a Feira Mundial de 1889, celebrando o centenário da Revolução com a construção da Torre Eiffel, a torre mais alta já construída e obra-prima de Gustave Eiffel. No ano anterior, Louis Pasteur arrecada dinheiro suficiente para fundar o primeiro centro de pesquisa científica do mundo.

 

Nesse período ocorreram mudanças nas estruturas e atitudes sociais. A classe média cresceu em tamanho e influência, e houve um movimento gradual em direção a formas mais democráticas de governo, embora isso não fosse uniforme em diferentes países.

 

 

Principais características desse período:

 

• A economia retoma seu crescimento após o fim de uma longa depressão (1873-1892) e muitos franceses melhoram suas condições de vida. A classe trabalhadora sai da miséria e se beneficia de algumas leis sociais, como o descanso dominical (1907) e as férias (1910), embora ainda suporte duros dias de trabalho por medo do desemprego. Os franceses desfrutam de uma democracia sólida e orgulham-se de ter a única República do continente europeu.

 

• A construção, em 1892, em Bruxelas, do Hotel Tassel, obra do arquiteto belga Victor Horta, inaugura a Art Nouveau (expressão francesa que significa “arte nova”): uso de vidro, aço e materiais coloridos, volutas e linhas curvas e decoração vegetal. Um pouco mais tarde, em 1894, esse movimento chega à pintura através do artista tcheco Alfons Mucha, estabelecido em Paris. A Art Nouveau se espalhará então rapidamente por toda a Europa. Além de Mucha, muitos artistas e escritores como Hector Guimard, Louis Majorelle, Antonio Gaudi, Gustav Klimt, Toulouse-Lautrec e Oscar Wilde aderem a ele.

 

• A Belle Époque também foi uma era em que atividades de lazer se tornaram mais comuns, particularmente entre as classes média e alta. Este período viu o aumento da cultura de cafés, cabarés, o início do cinema e entretenimento público como eventos esportivos.

 

• A moda feminina também viu mudanças significativas com estilos tornando-se menos restritivos.

 

Cartão-postal da Exposição Universal de 1900 em Paris

Cartão-postal da Exposição Universal de 1900 em Paris: evento foi um dos principais marcos da Belle Époque na França.



Acontecimentos marcantes do período:

 

- Invenção do cinema pelos irmãos Lumière (1895).

 

- Primeiros jogos olímpicos da era moderna (Atenas, 1896).

 

- Construção da primeira linha de metrô em Paris (1900).

 

- Realização da Exposição Universal de 1900, que foi uma feira mundial realizada em Paris.

 

- Realização do primeiro Tour de France de ciclismo (1903).

 

- Pierre e Marie Curie compartilham com Henri Becquerel o Prêmio Nobel de Física pela descoberta da radioatividade (1903).

 

- Albert Einstein publica a Teoria da Relatividade (1905).

 

- Marcel Proust publica o primeiro volume da obra Em Busca do Tempo Perdido (1913).

 

La Plume, cartaz-calendário feito por Afons Mucha

La Plume, calendário do zodíaco feito pelo artista Alfons Mucha.

 

 

Pintura de pessoas num bar

Pintura da Belle Époque (Le bar de Maxim's de Pierre-Victor Galland)

 

 

Escultura Hércules arqueiro de Antoine Bourdelle

Escultura Hércules arqueiro (1909) de Antoine Bourdelle.

 





Por Jefferson Evandro M. Ramos (formado em História pela Universidade de São Paulo)




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Moda e modernidade na Belle Époque carioca

Autor: Feijão, Rosane

Editora: Estação das Letras

Fontes de referência do texto:

 

- CAMPOS, Raymundo. Estudos de História Moderna e Contemporânea. São Paulo: Editora Atual, 1988.

 

- MORAES, Luís Edmundo. História Contemporânea – Da Revolução Francesa à Segunda Guerra Mundial: São Paulo: Contexto, 2017.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.