Anticiclone e Ciclones

Anticiclone é uma região atmosférica caracterizadas por altas pressões.


Anticiclone: também conhecidos como centros de alta pressão
Anticiclone: também conhecidos como centros de alta pressão

 

O que é (definição)

 

Também conhecido como Centro de Altas Pressões, o Anticiclone é uma região atmosférica, cuja principal características é a existência de elevadas pressões em relação às regiões vizinhas e no mesmo nível.

 

Principais características dos anticiclones

 

- Presença de altas pressões.

 

- As regiões de anticiclone possuem entre 1.000 e 3.000 quilômetros de diâmetro.

 

- O ar do anticiclone é mais estável do que o ar ao seu redor.

 

- Existência de grande circulação de ar em torno de uma região.

 

- A circulação do vento no hemisfério norte é no sentido horário. Já no hemisfério sul é no sentido anti-horário.

 

- Produz, como um dos seus efeitos, o ar mais seco e frio.

 

- Ocorrem poucas ou nenhuma presença de nuvens.

 

- Ausência de chuvas.


Principais tipos de anticiclones:

 

- Anticiclone frio: possui ar frio, nos níveis inferiores, em relação às áreas que o circunda.

 

- Anticiclone quente: possui ar quente, em níveis inferiores, em relação às áreas circundantes.

 

- Anticiclone subtropical: presentes em áreas de clima subtropical em que ocorrem presença de células de alta pressão alinhadas numa mesma linha latitudinal.

 

- Anticiclone continental: geralmente ocorre na estação fria e fica localizado sobre uma região continental. Geralmente ser forma pelo intenso e duradouro resfriamento da superfície da terra em conjunto com temperaturas baixas nas camadas atmosféricas inferiores.

 

- Anticiclone migratório: são aqueles que se deslocam em áreas de clima temperado. Possuem a capacidade de modificar a circulação dos ventos.

 

- Anticiclone permanente: ocorre em regiões de alta pressão por todo o ano.

 

Foto aérea mostrando a formação de um anticiclone

Foto aérea mostrando a formação de um anticiclone.

 



TEXTO COMPLEMENTAR: E O QUE SÃO OS CICLONES?

 

Ciclone é um fenômeno atmosférico em que os ventos giram em sentido circular, tendo no centro uma área de baixa pressão. No hemisfério sul, o vento gira em sentido horário e no norte, no sentido anti-horário.

 

Principais características e formação de ciclones

 

Os ventos de um ciclone podem chegar a 200 km/h e, geralmente, apresentam-se acompanhados de fortes chuvas (tempestades). Estas precipitações ocorrem, pois o ar quente se eleva, formando assim as nuvens.

 

Os ciclones formam-se, geralmente, em regiões de clima tropical e equatorial, em áreas do oceano com águas quentes.

 

Quando um ciclone nasce e se desenvolve no Oceano Atlântico ele é chamado de furacão. Quando o ciclone é formado sobre as águas do Oceano Pacífico, então é chamado de tufão.

 

Curiosidades:

 

- O tufão de maior duração da história aconteceu em agosto de 1994. Conhecido como furacão John, ele se formou no Oceano Pacífico oriental e percorreu cerca de 13.000 km, durante 31 dias..

 

- O ciclone mais forte ocorrido no Brasil foi o Catarina. Ele atingiu as regiões litorâneas dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, no final de março de 2004. Seus ventos chegaram a 176 km/h. Infelizmente, ele causou 11 morte e 515 pessoas feridas. Os prejuízos financeiros chegaram a R$ 1,2 bilhão.

 

Imagem aérea do ciclone Catarina

Imagem aérea do ciclone Catarina (o mais forte já ocorrido no Brasil), que atingiu a costa do RS e SC em março de 2004.

 

 



atualizado em 20/09/2021




Você também pode gostar de:


Anticiclone e Ciclones Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Meteorologia em tópicos (3 volumes)

Autor: Mariano, Andre Becker Nunes

Editora: Clube de Autores


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.