Ginástica de Trampolim

A Ginástica de Trampolim é uma modalidade da ginástica com saltos acrobáticos num trampolim.


Ginástica de Trampolim: saltos e acrobacias no ar
Ginástica de Trampolim: saltos e acrobacias no ar

 

O que é


A ginástica de trampolim mescla esporte com acrobacias e espetáculo. Neste esporte o ginasta deve fazer saltos e acrobacias no ar, pulando em uma cama elástica (trampolim). Os saltos podem atingir cerca de seis metros de altura. Os ginastas são avaliados (ganham pontos) por jurados, de acordo com o nível de dificuldade, acrobacias e permanência no ar.

 

Origem e história

 

A ginástica de trampolim foi criada por George P. Nissen, ginasta norte-americano e professor de educação física, na metade da década de 1930. Ele criou o esporte a partir de observações de trapezistas de circo, que pulavam e faziam acrobacias na cama elástica de proteção (rede de segurança) localizada abaixo dos trapézios. Nissen construiu uma cama elástica na garagem de sua casa e começou a praticar o esporte e pensar em suas regras.

 

Regras básicas:

 

- O ginasta faz uma preparação com duas séries de dez elementos (saltos) cada.

 

- Na fase de preparação, o atleta tem um minuto para fazer sua apresentação com saltos e acrobacias (uma série). Se passar de um minuto, o ginasta perde pontos.

 

- As notas (de 0 a 10) são atribuídas por um júri, geralmente formado por cinco jurados.

 

- Os ginastas podem usar sapatilha específica para o esporte ou meias.

 

O trampolim

 

O trampolim é composto por uma estrutura metálica de formato retangular. Nele, uma tela de nylon esticada é fixada por molas. Ele deve ter 5,05 metros de comprimento, 2,91 metros de largura e 1,155 metros de altura.

 

Foto de um trampolim utilizado nas competições

Trampolim usado nas competições.

 

 

 

 

Ginástica de trampolim nas Olimpíadas de Tóquio

 

A ginástica de trampolim é bem recente no quadro de esportes olímpicos. Sua estreia ocorreu somente nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000.

 

Na Olimpíada de Tóquio (realizada em 2021), a equipe chinesa foi o grande destaque. Zhu Xueying ficou com a medalha de ouro na ginástica de trampolim feminino. Já no masculino, o ginasta bielorruso Ivan Litvinôvitch foi quem conquistou a medalha de ouro.



Federação Internacional

 

- Os eventos esportivos e a regulamentação deste esporte são realizados pela FIG (Federação Internacional de Ginástica). A sede da FIG fica na cidade de Lausanne (Suíça).



Principais saltos da ginástica de trampolim:

 

- Adolph: salto mortal para frente com 3 piruetas e meia.

 

- Back: salto mortal para trás.

 

- Barani: mortal para frente com meia volta.

 

- Double Full: salto mortal com duas piruetas.

 

- Miller: duplo mortal com 3 piruetas.

 

- Pike: salto mortal carpado.

 

- Side: salto mortal lateral.

 

- Straight: salto mortal com o corpo esticado.

 

- Triple back: salto triplo mortal para trás.

 

Ginasta fazenda uma acrobacia na Ginástica de Trampolim

Ginasta fazenda uma acrobacia na Ginástica de Trampolim

 

 

Você sabia?

 

- O país que mais se destaca na ginástica de trampolim na atualidade é a China. Os ginastas chineses (homens e mulheres) já ganharam onze medalhas olímpicas no esporte (4 de ouro, 4 de prata e 6 de bronze).

 

- Esse esporte também é conhecido como Trampolim Acrobático.

 

 

 



atualizado em 12/08/2021




Você também pode gostar de:


Ginástica de Trampolim Temas Relacionados
Bibliografia Indicada


Fundamentos de ginástica artística e de trampolins

Autor: Brochado, Fernando Augusto

Editora: Guanabara


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.