Economia de Mercado e suas características

A liberdade e livre concorrência são as principais características da economia de mercado.


Economia de mercado: valorização da livre iniciativa
Economia de mercado: valorização da livre iniciativa

 

O que é (definição)

 

Economia de mercado é um sistema econômico em que os agentes econômicos (empresas, bancos, prestadoras de serviços, etc.) podem atuar com pouca interferência governamental. É um sistema típico da economia capitalista.

 

A economia de mercado é um dos pilares apoiados por economistas que defendem o liberalismo econômico e o neoliberalismo.



As principais características da economia de mercado são:

 

Liberdade para definição de preços de serviços e mercadorias. A livre concorrência é que regula o mercado com relação aos preços;

 

• Produção e consumo de bens e serviços estabelecidos pela interação entre oferta e demanda;

 

• Quase a totalidade dos produtos e serviços de uma economia de mercado é produzida pela iniciativa privada (indústrias, comércios, bancos e empresas prestadoras de serviços). Num país que segue este sistema econômico, há poucas empresas estatais, sendo elas, geralmente, de setores estratégicos (geração de energia, por exemplo);

 

• Liberdade para abertura e funcionando de empresas, com pouca ou nenhuma interferência do governo;

 

• Comércio exterior com poucos obstáculos e entraves (burocracia, impostos, taxas alfandegárias);

 

• Inserção das empresas no mundo globalizado;

 

• Pouca ou nenhuma atuação do Banco Central no controle de taxas de câmbio. Em grande parte dos países que seguem a economia de mercado, o câmbio é flutuante;

 

• Mercado mediado pela interação entre produtores e consumidores;

 

• Proteção, através de leis, da propriedade privada;

 

• Cabe ao Estado a fiscalização e regulação da economia, visando coibir práticas irregulares ou ações que possam provocar problemas ao funcionamento mercado. O Estado também atua em áreas essenciais (serviços públicos) como, por exemplo, educação, saúde e segurança pública.

 

• As preferências e decisões de gastos dos consumidores direcionam os tipos de bens e serviços produzidos.

 

• As economias de mercado podem se adaptar rapidamente a condições e preferências dos consumidores em mudança.

 

• As decisões econômicas são tomadas por indivíduos e empresas, em vez de serem planejadas centralmente.

 

• Os principais problemas e dificuldades que uma economia de mercado pode apresentar são: formação de monopólios e cartéis, elevada desigualdade social (má distribuição de renda) e escassez de bens públicos (principalmente em função da diminuição da arrecadação de impostos).

 

Bolsa de Valores de Nova Iorque

O mercado de ações é uma das características da economia de mercado moderna (foto: Bolsa de Valores de Nova Iorque).



Curiosidades:

 

• O termo “economia de mercado” começou a ser usado nos Estados Unidos, durante a Guerra Fria, para designar sistemas econômicos baseados na propriedade privada e no livre mercado.

 

• Cuba e Coreia do Norte são exemplos atuais de países que não seguem o sistema baseado na economia de mercado. Nestes países, o Estado controla grande parte do sistema econômico.

 

• Os Estados Unidos são um dos maiores exemplos país que possui um sistema econômico baseado na economia de mercado.

 

• O Brasil, assim como grande parte das nações do mundo, é um país capitalista que segue o sistema econômico baseado na economia de mercado.

 

 


 




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

A Economia de Mercado

Autor: Guesnerie, Roger

Editora: Ática

 

Fontes de referência do texto:

 

- SANDRONI, Paulo. Novíssimo Dicionário de Economia. São Paulo: Editora Best Seller, 1999.

- SOWELL, Thomas. Um Guia de Economia Voltado ao Senso Comum. Rio de Janeiro: Alta Books, 2018. 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.