Monteiro Lobato

Monteiro Lobato foi um escritor brasileiro do século XX que se destacou na literatura infantil. Veja mais sobre sua vida e obra no texto abaixo.


Monteiro Lobato: o precursor da literatura infantil no Brasil
Monteiro Lobato: o precursor da literatura infantil no Brasil

 

Quem foi

 

José Bento Renato Monteiro Lobato foi um contista, ensaísta e tradutor brasileiro do século XX. Destacou-se, principalmente, na área da Literatura Infantil.

 

Biografia resumida

 

- Monteiro Lobato nasceu na cidade de Taubaté, interior de São Paulo, no ano de 1882.

 

- Formado em Direito, atuou como promotor público até se tornar fazendeiro, após receber herança deixada pelo avô.

 

- Diante de um novo estilo de vida, Lobato passou a publicar seus primeiros contos em jornais e revistas, sendo que, posteriormente, reuniu uma série deles em Urupês, obra prima deste famoso escritor.

 

- Em uma época em que os livros brasileiros eram editados em Paris ou Lisboa, Monteiro Lobato tornou-se também editor, passando a editar livros também no Brasil. Com isso, ele implantou uma série de renovações nos livros didáticos e infantis. 

 

- Faleceu em 4 de julho de 1948, aos 66 anos, na cidade de São Paulo. Nesta data o Brasil perdeu este grande talento que tanto contribuiu com o desenvolvimento de nossa literatura.

 

Estilo e principais caracteísticas de sua obra literária

 

- Este notável escritor é bastante conhecido entre as crianças, pois se dedicou a um estilo de escrita com linguagem simples onde realidade e fantasia estão lado a lado. Pode-se dizer que ele foi o precursor da literatura infantil no Brasil.

 

- Suas personagens mais conhecidas são: Emília, uma boneca de pano com sentimento e ideias independentes; Pedrinho, personagem que o autor se identifica quando criança; Visconde de Sabugosa, a sabia espiga de milho que tem atitudes de adulto, Cuca, vilã que aterroriza a todos do sítio, Saci Pererê e outras personagens que fazem parte da inesquecível obra: O Sítio do Pica-Pau Amarelo, que até hoje encanta muitas crianças e adultos. 

 

Monteiro Lobato sentado nunca cadeira

Monteiro Lobato numa foto da década de 1920.



Lista das principais obras:

 

- Escreveu ainda outras incríveis obras infantis, como: A Menina do Nariz Arrebitado, O Saci, Fábulas do Marquês de Rabicó, Aventuras do Príncipe, Noivado de Narizinho, O Pó de Pirlimpimpim, Reinações de Narizinho, As Caçadas de Pedrinho, Emília no País da Gramática, Memórias da Emília, O Poço do Visconde, O Pica-Pau Amarelo e A Chave do Tamanho.


- Fora os livros infantis, este escritor brasileiro escreveu outras obras literárias, tais como: O Choque das Raças, Urupês, A Barca de Gleyre e o Escândalo do Petróleo. Neste último livro, demonstra todo seu nacionalismo, posicionando-se totalmente favorável a exploração do petróleo apenas por empresas brasileiras.

 

 

Frases de Monteiro Lobato

 

- "De escrever para marmanjos já estou enjoado. Bichos sem graça. Mas para crianças um livro é todo um mundo".

 

- "É errado pensar que é a ciência que mata uma religião. Só pode com ela outra religião".

 

- "O livro é uma mercadoria como qualquer outra; não há diferença entre o livro e um artigo de alimentação. (...) Se o livro não vende é porque ele não presta".

 

- "Tudo tem origem nos sonhos. Primeiro sonhamos, depois fazemos".

 

Imagens da série Sitio do Pica Pau Amarelo, adaptação para a TV da obra de Monteiro Lobato

Imagens da série Sitio do Pica Pau Amarelo (1977), da TV Globo, adaptação para a TV da obra de Monteiro Lobato.

 

 

 

 

 



Última revisão: 20/09/2020

Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).

 






Monteiro Lobato Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

O jovem Monteiro Lobato

Autor: Jatoba, Ronivalter

Editora: Nova Alexandria

Ano de publicação: 2012

Temas do livro: Biografia e Literatura Brasileira.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.