Grande Otelo

Grande Otelo foi um ator brasileiro de comédias do século XX. Também foi cantor, compositor e produtor artístico.


Grande Otelo: uma estrela da história do cinema brasileiro
Grande Otelo: uma estrela da história do cinema brasileiro

 

Quem foi  

 

Sebastião Bernardes de Souza Prata, conhecido popularmente e artisticamente como Grande Otelo, foi um ator, compositor e cantor brasileiro. É considerado um dos grandes nomes da comédia brasileira do século XX.

 

Biografia resumida

 

 

Grande Otelo nasceu na cidade mineira de Uberlândia em 18 de outubro de 1915.

 

Começou sua carreira artística fazendo shows nos cassinos cariocas da década de 1940 e participando do Teatro de Revista.

 

Grande Otelo destacou-se no cenário cinematográfico brasileiro participando de várias comédias nas décadas de 1940 e 1950. Em muitos destes filmes fez parceria com Oscarito, outro importante ator de comédias da época.

 

No começo da década de 1940 conheceu o cineasta norte-americano Orson Welles que gostou muito do talento artístico de Grande Otelo. Em 1942, participou do filme It's All True de Orson Welles.

 

Na década de 1950 fez parceria em filmes e espetáculos musicais com a atriz Vera Regina. 

 

Entre as décadas de 1960 e 1980 participou de várias telenovelas da Tv Globo, fazendo, principalmente, papéis cômicos. Um dos maiores sucessos deste período foi a participação na novela Feijão Maravilha de 1979.

 

Grande Otelo participou, na década de 1990, do programa humorístico A Escolinha do Professor Raimundo, comandada por Chico Anísio. 

 

No ano de 1969, foi o ator principal da versão para o cinema da obra Macunaíma, de Mario de Andrade. 

 

Faleceu na cidade de Paris em 26 de novembro de 1993, aos 78 anos.

 

Principais filmes que participou:

 

- Noites Cariocas (1935)

- Onde estás, felicidade (1939)

- It’s all true (1942)

- Romance proibido (1944)

- Tristezas não pagam dívidas (1944)

- Segura esta mulher (1946)

- Este mundo é um pandeiro (1947)

- Carnaval no fogo (1949)

- Não é nada disso (1950)

- Aviso aos navegantes (1950)

- Carnaval Atlântida (1952)

- Amei um bicheiro (1953)

- Dupla do barulho (1953)

- Matar ou correr (1954)

- Malandros em quarta dimensão (1954)

- Rio Zona Norte (1957)

- De pernas pro ar (1957)

- Entrei de gaiato (1960)

- O dono da bola (1961)

- Assalto ao trem pagador (1962)

- Samba (1966)

- Macunaíma (1969)

- Se meu dólar falasse (1970)

- A estrela sobre (1974)

- A noiva da cidade (1978)

- Asa branca (1980)

- Brasa adormecida (1986)

- Tudo é Brasil (1997)

 

Participação em telenovelas:

 

- Uma rosa com amor (1972)

- Bravo! (1975/76)

- Maria, Maria (1978)

- Feijão Maravilha (1979)

- A Gata Comeu (1985)

- Sinhá Moça (1986)

- Mandala (1987)

- Renascer (1993)

 

Curiosidade:

 

- Grande Otelo foi casado por três vezes. Com Lúcia Maria (entre 1941 e 1949), Olga Vasconcelos de Souza (de 1954 a 1974) e com Josephine Hélène (entre 1974 e 1987).

 

Grande Otelo e Oscarito no filme "Matar ou Morrer"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Grande Otelo e Oscarito no filme "Matar ou Morrer"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

atualizado em 02/09/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Grande Otelo Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Grande Otelo - uma biografia

Autor: Cabral, Sérgio

Editora: Editora 34

Temas: Biografia e Cinema


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.