Biografia resumida de Franz Schubert

Franz Schubert foi um pianista e compositor austríaco do século XIX.


Franz Schubert: um dos maiores compositores da História
Franz Schubert: um dos maiores compositores da História

 

Quem foi

 

Franz Peter Schubert (nome completo) foi um importante compositor e pianista austríaco do século XIX. Nasceu na cidade Himmelpfortgrund (Áustria) em 31 de janeiro de 1797. É considerado um dos mais importantes compositores de música clássica, sinfonia e ópera de todos os tempos. Os especialistas e estudiosos da História da Música inserem, de acordo com o estilo (melancólico, imaginativo, poético e lírico) das composições, Schubert no período de transição entre a Era Clássica e a Romântica da música.

 

Apesar de ter vivido apenas 31 anos, escreveu cerca de 600 composições musicais durante a vida.

 

Biografia resumida de Schubert

 

Franz Schubert viveu quase toda sua vida na cidade de Viena (Áustria).

 

Ainda na infância, demonstrou grande interesse pela música. Com 11 anos, participou do Coro de Lichtenthal, como soprano. O curioso é que ele não foi considerado um bom aluno, pois passava grande parte do tempo fazendo composições musicais.

 

No começo da fase adulta, atuou por pouco tempo como professor primário na escola de seu pai. Porém, como tinha grande interesse para a música, logo largou a carreira de professor.

 

A partir de 1815, passou a se dedicar exclusivamente à música. Porém, passou também a levar uma vida boêmia. Com dinheiro insuficiente para se sustentar, passou a contar com a ajuda de amigos.

 

Os dez anos seguintes foram o auge de sua carreira, período em que compôs muitas sinfonias, óperas, música sacra, música de câmara e canções.

 

A grandiosidade e importância de sua obra musical não foram reconhecidas durante sua vida.

 

Em 1822, contraiu sífilis, doença que passou a deteriorar sua saúde física.

 

Schubert faleceu na cidade de Viena (Áustria) em 19 de novembro de 1828. Alguns biógrafos dizem que ele morreu de febre tifoide, mas não é certeza.

 

Retrato pintado de Franz Schubert

Franz Schubert: um dos principais nomes da música clássica do século XIX.



Principais características do estilo musical de Franz Schubert:

 

• Desenvolvimento melódico sobre drama harmônico: as composições de Schubert, influenciadas por Beethoven, Haydn e Mozart, enfatizavam o desenvolvimento melódico mais do que o drama harmônico. Suas obras frequentemente apresentam uma combinação de forma clássica com melodias românticas de longa extensão.


• Modulação e instrumentação inovadoras: o repertório musical de Schubert reflete um apetite por experimentação através de modulações e escolhas de instrumentação inovadoras. Por exemplo, seu Quinteto de Cordas apresenta uma seção central em uma tonalidade distante, demonstrando seu original senso de modulação. A pontuação não convencional em peças como o Quinteto "A Truta" evidencia sua abordagem única à instrumentação.


Lieder e canções de arte: as contribuições mais significativas de Schubert foram no gênero Lieder (canções geralmente interpretadas por um único vocalista acompanhado por piano). Ele expandiu o potencial desse gênero explorando mais de 600 Lieder, musicando poemas de diversos poetas. Suas interpretações dos poemas de Goethe, como "Gretchen am Spinnrade" e "Der Erlkönig", são notáveis pelo conteúdo dramático, harmonia inovadora e figuras pianísticas pictóricas vívidas.


Composições prolíficas e diversificadas: apesar de sua vida curta, Schubert compôs mais de 1.500 obras em diversas formas e gêneros, incluindo sinfonias, música de câmara, obras para piano e música sacra. Seu amplo repertório abrange ópera, música litúrgica e composições para piano solo, demonstrando sua versatilidade como compositor.

 

 

Principais obras de Schubert:

 

- Sinfonia nº 1

 

- Sinfonia nº 2

 

- Quarteto de cordas nº 14 (A morte e a donzela)


- Octeto em fá maior

 

- Divertimento à húngara


- Quarteto para cordas em lá menor

 

- Missa em lá bemol

 

- Sinfonia incompleta

 

- Sonata para piano em sol

 

- Sinfonia em dó maior

 

- Benedictus para a missa em dó

 

- Sonata Arpeggione

 

 

Você sabia?

 

O irmão de Schubert, que se chamava Ferdinand Schubert (1794 – 1859) também seguiu carreira na área musical. Ele foi compositor, organista e professor de música.

 

 



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Música Clássica - os grandes compositores e as suas obras-primas

Autor: Stanley, John

Editora: Estampa (Portugal)


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.