Juan Gris

Juan Gris foi um escultor e pintor cubista espanhol do começo do século XX.


Juan Gris: importante representante do Cubismo experimental
Juan Gris: importante representante do Cubismo experimental

 

Quem foi

 

José Victoriano Carmelo Carlos González-Pérez, conhecido pelo nome artístico de Juan Gris, foi um importante pintor espanhol do Cubismo.

 

Obteve destaque no mundo das artes plásticas com suas experimentações dentro do movimento cubista.

 

Juan Gris nasceu na cidade de Madri (Espanha) em 23 de março de 1887. Faleceu, aos 40 anos, na cidade de Boulogne-sur-Seine (França) em 11 de maio de 1927.



Características de seu estilo artístico (pinturas):

 

Juan Gris se destacou na pintura de cenas de natureza-morta, arte figurativa, arte abstrata e retratos.

 

Utilizou, em suas pinturas, cores vivas e naturais.

 

Suas pinturas caracterizam-se pela presença de formas inesperadas.

 

Presença de rigor geométrico. Diferente de Picasso ou Braque, seus contemporâneos cubistas, Gris frequentemente usava linhas e formas nítidas e claras para definir seus assuntos.

 

O trabalho de Gris reflete frequentemente a influência do Cubismo Sintético, caracterizado por formas mais claras e cores mais brilhantes.

 

Utilização da perspectiva e do espaço, ambos com muita liberdade.

 

Ele frequentemente incorporava pedaços de jornais ou outro texto em suas composições, adicionando outra camada de complexidade e significado.

 

Integração de objetos à pintura.

 

Uso do recurso de sombras envolvendo o objeto, que muitas vezes aparece distorcido.

 

Abordagem do tema de diversos ângulos.

 

Uma de suas principais técnicas de pintura foi a do óleo sobre tela.

 

 

Pintura abstrata de um homem sentado com um violão. As cores da pintura são laranja, amarelo e marrom.

Arlequim sentado ao violão (1919)



Principais obras de arte (pinturas) de Juan Gris:

 

- Retrato de Maurice Raynal (1911)

 

- Retrato de Picasso (1912)

 

- Homem no Café (1912)

 

- Garrafas e faca (1912)

 

- O fumante (1913)

 

- A guitarra (1913)

 

- A veneziana (1914)

 

- Ainda vida cega (1914)

 

- O jornal (1916)

 

- Violino (1916)

 

- Arlequim sentado ao violão (1919)

 

- Guitarra e bandolim (1919)

 

- Natureza morta com prato de frutas e bandolim (1919)

 

- Vista da Baía (1921)

 

Retrato de Pablo Picasso, obra de Juan Gris

Retrato de Pablo Picasso (1912): obra de Juan Gris.

 

 

Homem no café, pintura cubista
Homem no Café (1912): pintura cubista de Juan Gris.


 

Legado artístico

 

O trabalho de Gris foi fundamental no desenvolvimento e evolução do Cubismo, e ele é frequentemente celebrado por trazer uma abordagem mais estruturada e harmoniosa ao movimento.

 

 


 

Última atualização: 20/05/2024


Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).

Arlequim sentado ao violão (1919)



Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

O Cubismo - uma revolução estética, nascimento e expansão

Autor: Fauchereau, Serge

Editora: Estação Liberdade


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.