Jules Breton

Jules Breton foi um pintor realista francês do século 19.


Jules Breton: importante pintor do Realismo
Jules Breton: importante pintor do Realismo

 

Quem foi

 

Jules Breton foi um poeta e pintor francês da segunda metade do século XIX. Foi um dos principais representantes do Naturalismo e Realismo nas Artes Plásticas (pintura) e na Literatura (poemas).

 

 

Biografia resumida:

 

- Jules Aldolphe Aimé Louis Breton (nome completo) nasceu na cidade de Courrières (França) em 1 de maio de 1827.

 

- Breton se casou com Élodie de Vigne, em 1858. Com ela, teve uma filha, Virginie Demont-Breton, que seguiu o mesmo caminho do pai e se tornou pintora.

 

- Seu principal mestre artístico foi o pintor belga Felix de Vigne.

 

- Em 1886, foi eleito membro da Academia de Belas Artes.

 

- Estudou artes na Bélgica e na França (Paris). Estou no curso do pintor neoclássico francês Jean Ingres e Horace Vernet.

 

- Faleceu em 5 de julho de 1906, aos 79 anos, na cidade de Paris (França).



Principais movimentos artísticos que pertenceu:

 

Naturalismo e Realismo.



Principal técnica de pintura:

 

Óleo sobre tela.



Principais temas e características do estilo artístico:

 

- Retratou, em muitas de suas pinturas, a vida cotidiana dos camponeses, principalmente relacionada ao trabalho.

- As paisagens da região interior da França foram presenças marcantes em suas pinturas.

- Deixou de lado a beleza do período clássico, para valorizar a vida real e difícil das pessoas, mesmo que o resultado ficasse “feio” para os padrões estéticos da época.

- Luzes e composições de cores voltadas para o principal objetivo do pintor: abordar as cenas com o máximo de realismo possível.



Principais obras de Jules Breton (pinturas):

 

- A canção da cotovia (1884)

 

- Chamando os Gleaners (1859)

 

- Estrela do pastor (1887)

 

- Retornando dos campos (1871)

 

- A bênção do trigo em Artois (1857)

 

- O fim do dia (1887)

 

- Últimas flores (1890)

 

- Verão (1891)

 

- Através dos campos (1887)

 

- Autorretrato (1895)

 

- Chamada da noite (1889)

 

- O catador (1900)

 

Verão, pintura de Jues Breton

Verão, pintura de Jues Breton (1891)

 

 

Pintura de uma camponesa em pé segurando uma foice

A canção da cotovia (1884): uma das obras mais conhecidas do início da carreira de Breton.

 



Artigo atualizado em 02/05/2022

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Jules Breton Temas Relacionados

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2022 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.