Edward Hopper

Edward Hopper foi um pintor e ilustrador estadunidense do realismo.


Edward Hopper: importante pintor e gravurista do Realismo norte-americano
Edward Hopper: importante pintor e gravurista do Realismo norte-americano


Quem foi

 

Edward Hopper, foi um importante pintor modernista, ilustrador e artista gráfico estadunidense do século XX. É considerado um dos grandes artistas plásticos do Realismo norte-americano.



Biografia resumida

 

Edward Hopper nasceu na cidade de Nyack (cidade do estado de Nova Iorque) em 22 de julho de 1882.

 

Estudou, no começo do século XX, na Escola de Artes de Nova Iorque.

 

Entre 1906 e 1910, fez três viagens à Paris, com o objetivo de complementar os estudos e conhecimentos artísticos. Na capital francesa, recebeu grande influência do movimento impressionista. Visitou outros países europeus neste período e se encantou pela cultura europeia.

 

Em 1908, já de volta à Nova Iorque, trabalhou como ilustrador e participou de sua primeira exposição coletiva.

 

Fez suas primeiras gravuras em 1915, ano em que seu trabalho começou a ganhar reconhecimento no meio artístico.

 

Em 1924, casou-se com Josephine Verstille Nivison, que se tornou pintora por influência do marido.

 

Em 1925, sua grande obra “Casa perto da estrada de ferro” ganhou grandes elogios da crítica e o reconhecimento do artista atingiu o ponto mais alto.

 

Em 1933, aconteceu a primeira retrospectiva artística de Hopper no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

 

Faleceu, aos 84 anos, na cidade norte-americana de Nova Iorque, em 15 de maio de 1967.

 

Foto de Edward Hopper

Edward Hopper



Principais características de seu estilo artístico:

 

• Pintou pessoas sozinhas em cenários misteriosos (principalmente locais públicos). Essas pessoas geralmente são retratadas com expressões de pensamento (profundidade psicológica). Muitas das pinturas de Hopper transmitem uma sensação de solidão ou isolamento.

 

• As técnicas de luz utilizadas por Hopper transmitiam um teor dramático à obra.

 

• Pinturas estruturadas em elementos arquitetônicos.

 

• Presença de formas geométricas simples.

 

• Uma das características mais notáveis de Hopper é seu uso magistral de luz e sombra. Suas obras frequentemente retratam contrastes marcantes entre claro e escuro, criando atmosferas dramáticas e temperamentais.

 

 

Principais obras de arte de Edward Hopper:

 

- Bistrô (1909)


- Noite azul (1914)

 

- Escadas (1919)

 

- Sombras da noite (1921)

 

- Moça na máquina de costura (1921)

- Casa perto da estrada de ferro (1925)

 

- Autorretrato (1925 a 1930)

 

- Automat (1927)

 

- Janelas Noturnas (1928)

 

- Chop Suey (1929)

 

- Domingo de manhã cedo (1930)

 

- Quarto de hotel (1931)

 

- Filme de Nova Iorque (1939)

 

- Gás (1940)

 

- Agosto na cidade (1945)

 

- Note de verão (1947)

 

- Conferência da Noite (1949)

 

- Escritório de uma cidade pequena (1953)

 

- Uma mulher ao Sol (1961)

 

Noite Azul, obra de Edward Hopper

Noite Azul (1914), obra de Edward Hopper.

 

 

Pintura mostrando um homem num escritório com vista para a cidade

Escritório de uma cidade pequena (1953)

 

 



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Realismo  (coleção Movimentos da Arte Moderna)

Autor: Malpas, James

Editora: Cosac Naify


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.