Etnologia

Etnologia é uma ciência social que estuda a cultura e os aspectos sociais de forma comparativa e analítica.


Jacques Soustelle: importante etnólogo francês do século XX.
Jacques Soustelle: importante etnólogo francês do século XX.

 

O que é (conceito)

 

Etnologia é uma ciência social, que estuda de modo comparativo e analítico as características sociais e culturais dos grupos humanos.

 

A Etnologia está muito ligada a outras duas ciências sociais: Antropologia e Sociologia.



Objetivo da Etnologia

 

Conhecer as características sociais e culturais das sociedades antigas ou atuais.

 

A Etnologia cultiva maior interesse pelo estudo de sociedades primitivas e nativas. Portanto, os povos indígenas e os nativos da África e da Ásia são os principais focos do estudo etnológico.

 

Como é feito o estudo etnológico

 

Através do uso de teorias e conceitos que são exclusivos da Etnologia. Dessa maneira, ela tenta formular a estrutura, funcionamento e evolução das sociedades. O trabalho de observação no local em que os povos vivem é muito utilizado.

 

Fazem parte da Etnologia duas teorias opostas: o Funcionalismo do antropólogo social polonês Bronislaw Malinowski e o Estruturalismo do antropólogo e filósofo belga Claude Lévi-Strauss.

 

Disciplinas envolvidas no estudo etnológico:

 

- Antropologia

 

- Sociologia

 

- Etnografia (estudo descritivo de várias etnias, a partir de suas características sociais e antropológicas).

 

- História

 

- Etnobiologia

 

- Geografia Humana

 

- Linguística

 

- Ciências da Religião

 

- Etnobotânica



Exemplos de Etnólogos importantes e suas obras de destaque:

 

Pierre Verger (1902-1992) – etnólogo franco-brasileiro.
Principais obras: "Orixás: Deuses Iorubás na África e no Novo Mundo", "Fluxo e Refluxo do Tráfico de Escravos entre o Golfo de Benin e a Bahia de Todos os Santos".


Adolf Bastian (1826-1905) – etnólogo alemão.
Principais obras: "Die Völker des östlichen Asien", "Der Mensch in der Geschichte".


Curt Nimuendajú (1883-1945) – etnólogo alemão.
Principais obras: "The Eastern Timbira", "As Lendas da Criação e Destruição do Mundo como Fundamentos da Religião dos Apapocúva-Guarani".


Jacques Soustelle (1912-1990) – etnólogo francês.
Principais obras: "Les Olmèques: La plus ancienne civilisation du Mexique", "La vie quotidienne des Aztèques à la veille de la conquête espagnole".


Adam František Kollár (1718-1783) – etnólogo austríaco.
Principais obras: "Historia juris gentium regni Hungariae", "Specimen Hierarchiae Hungaricae".


Berta Gleizer Ribeiro (1924-1997) – museóloga, antropóloga e etnóloga brasileira.
Principais obras: "Dicionário do Artesanato Indígena", "Índios: Mitos e Ritos".


Darcy Ribeiro (1922-1997) – antropólogo, político, escritor e etnólogo brasileiro.
Principais obras: "O Povo Brasileiro", "Os Índios e a Civilização".


Arnold Van Gennep (1873-1957) - folclorista e etnólogo francês.
Principais obras: "Les rites de passage", "Le folklore de la France".



Você sabia?

 

- A palavra Ethenologia foi usada pela primeira vez na década de 1780, pelo historiador e etnólogo austríaco Adam František Kollár.

 

Foto do etnólogo alemão Curt Nimuendajú

Curt Nimuendajú: o "pai da etnologia brasileira".

 

 



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Etnologia Antropologia

Autor: Laburthe-Tolra, Philippe

Editora: Vozes

 

Fonte de referência do artigo:

 

NOVA ENCICLOPÉDIA BARSA. [S.l.]:Encyclopaedia Britannica do Brasil Publicações Ltda. 1999. 1 CD-ROM.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.