Répteis

Répteis são animais vertebrados. Os mais conhecidos são as cobras, tartarugas, crocodilos e lagartos.


A tartaruga marinha: um réptil presente no litoral brasileiro
A tartaruga marinha: um réptil presente no litoral brasileiro

 

Introdução 

 

Há milhares de anos nosso planeta era habitado por répteis gigantes, conhecidos pela maioria de nós como dinossauros. Eles existiram no período da Pré-História; porém, devido a mudanças climáticas no Planeta Terra, eles não sobreviveram e foram extintos. Ainda hoje, são encontrados fósseis que comprovam a existência destes grandes seres.

 

Características gerais dos répteis

 

Atualmente, os répteis que vivem em nosso planeta são bem menores do que seus ancestrais pré-históricos, e ocupam cinco classes distintas dentro de sua espécie: os crocodilianos (os crocodilos, por exemplo, que são encontrados somente em locais quentes), os quelônios (são os cágados e os diferentes tipos de tartarugas), os ofídios (cobras e serpentes), os sáurios (lagartos e camaleões) e o tuatara (este grupo foi o único que sobrou do grupo pré-histórico dos rincocéfalos. Eles habitam unicamente a Nova Zelândia).

 

Esta categoria animal possui o sangue frio, por esta razão, não sobrevivem em locais de clima com temperaturas baixas, habitando, na maioria das vezes, lugares mais quentes. No Brasil, por exemplo, encontramos muitos répteis devido ao nosso clima quente, propício a sua adaptação e desenvolvimento desta espécie animal. Já em lugares de climas temperados, como a Grã-Bretanha, estes animais hibernam no inverno, pois ao contrário, seu sangue, que adquire a temperatura do ambiente, congelaria.

 

Estes animais, em sua maioria, botam ovos e estes são chocados pelo calor do Sol. Contudo, há alguns tipos de lagartos e cobras que já põe os seus filhotes formados. Sobre suas características físicas, é importante saber que sua pele é composta por escamas duras e, também que, muitos répteis, respiram por pulmões, isto vale também para aqueles que vivem dentro ou perto da água.

 

Cobra

Cobra: muitas espécies destes répteis são venenosas e perigosas para os seres humanos.

 


Projeto Tamar

 

No Brasil, existe um importante trabalho de preservação de uma espécie réptil que quase entrou em extinção. Em parceria com o Ibama, a Fundação Pró-Tamar faz o monitoramento de mil quilômetros de praia, acompanhando a reprodução do nascimento ao desenvolvimento das tartarugas marinhas. O Projeto Tamar é reconhecido mundialmente como um exemplo de trabalho voltado para a preservação desta espécie animal.

 

Você sabia?

 

- As cobras emitem um som que é chamado de sibilar.

 

Foto de um Jabuti-piranga na terra

Jabuti-piranga (Chelonoidis carbonaria) - réptil presente nas regiões Nordeste e Sudeste do Brasil.

 

 

Exemplos de Espécies de répteis ameaçadas de extinção no Brasil

 

Segue uma lista com o nome popular e científico das espécies de répteis, que estão ameaçadas de extinção no território brasileiro. Há também, ao lado, a região (habitat natural) em que vivem os poucos animais das espécies.

 

- Lagartinho-do-cipó (Placosoma cipoense) – Serra do Cipó em Minas Gerais.

 

- Lagartixa-de-abaeté (Cnemidophorus abaetensis) – litoral do estado da Bahia.

 

- Jiboia-de-cropan (Corallus cropanii) – nas cidades de Mairinque e Juquitiba (sul do estado de São Paulo).

 

- Dormideira-da-queimada-grande (Dipsas albifrons cavalheiroi) – na ilha de Queimada Grande (litoral de São Paulo).

 

- Cobra-de-vidro (Heterodactylus lundii) – estado de Minas Gerais.

 

- Camaleãozinho (Anisolepis undulatus) – estado do Rio Grande do Sul).

 

- Lagarto-da-cauda-verde (Cnemidophorus littoralis) – região litorânea do estado do Rio de Janeiro, entre as cidades de Macaé e Maricá.

 

- Lagartinho-de-vacaria (Cnemidophorus vacariensis) – no litoral norte do Rio Grande do Sul, próximo à cidade de Vacaria.

 

- Lagartinho -de-linhares (Cnemidophorus nativo) – litoral do ES e BA.

 

- Lagartinho-da-praia (Liolaemus occipitalis) – litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

- Lagartixa-da-areia (Liolaemus lutzae) – litoral do Rio de Janeiro.

 

- Jararaca-de-alcatrazes (Bothrops alcatraz) – Ilha de Alcatraz, localizada no litoral do estado de São Paulo.

 

- Jararaca (Bothrops pirajai) – litoral da Bahia.

 

- Jararaca-ilhoa (Bothrops insularis) – ilha da Queimada Grande (estado de SP).

 

- Tartaruga-de-couro (Dermochelys coriácea) – litoral brasileiro (entre as regiões Sul e Nordeste).

 

- Tartaruga-oliva (Lepidochelys olivácea) – litoral sudeste e nordeste do Brasil.

 

- Tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata) – entre os litorais das regiões Sudeste e Nordeste.

 

- Tartaruga-verde, aruanã (Chelonia mydas) – entre os litorais nordeste e sul do Brasil.

 

- Tartaruga-meio-pente, cabeçuda (Caretta caretta) – litoral dos estados de AL, BA, CE, ES, MA, PE, RJ, RN, RS, SE.

 

- Cágado-de-hoge (Phrynops hogei) – na Bacia do Rio Parnaíba (Estado do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais).

 

- Tartaruga-da-amazônia (Podocnemis expansa) - rio Amazonas e seus afluentes.

 

- Cobra-de-pé (Heterodactylus lundii) - também conhecida como briba, vive em áreas do bioma Cerrado em Minas Gerais.

 

Fonte: website do IBGE (consultado em 08/02/2018) e Livro Vermelho do ICMBio (2018).

 

 

Tartaruga-de-pente nas águas do mar

Tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata): outro exemplo de réptil  que corre risco de extinção.

 

 



atualizado e revisado em 05/08/2021

Por Tânia Cabral - Professora de Biologia - Unesp, 2001




Você também pode gostar de:


Répteis Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Répteis - Olhe Mais Perto

Autor: Kindersley, Dorling

Editora: Ciranda Cultural

 

Fontes de pesquisa do texto:

 

- RIOS, Eloci Peres e THOMPSON, Miguel. Conexões com a Biologia. São Paulo: Editora Moderna, 2016.

- MENDONÇA, Vivian L. Biologia. São Paulo: Editora AJS, 2016.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.