Pós-impressionismo

O pós-impressionismo foi um período artístico que ocorreu na Europa entre o final do século 19 e começo do 20.


Georges Seurat: um dos representantes do pós-impressionismo
Georges Seurat: um dos representantes do pós-impressionismo

 

Introdução - o que foi

 

O pós-impressionismo, também chamado de neoimpressionismo, foi um movimento artístico que conjugou o impressionismo com outros estilos. Desenvolveu-se, principalmente na Europa, entre o final do século XIX e começo do XX.

 

Vale lembrar que os artistas pós-impressionistas não seguiram um padrão artístico uniforme e coeso comum, como ocorreu em muitos movimentos artísticos.

 

Características principais do pós-impressionismo:

 

- Ultrapassou as tendências artísticas do impressionismo.

 

- Utilização de cores vivas.

 

- Retratação de temas da vida real.

 

- Visão subjetiva do mundo.

 

- Uso da técnica do pontilhismo por alguns pintores pós-impressionistas, entre eles Paul Signac e Georges Seurat.

 

- Tendência de experimentação da força da imagem, o contorno de segurança e a liberdade de cor.

 

 

Obra pós-impressionista de Georges Seurat

Um Domingo de verão na Grande Jatte (1886) de Georges Seurat.

 

 

Principais artistas do Pós-impressionismo

 

- Paul Gauguin (pintor francês)

 

- Toulose-Lautrec (litógrafo e pintor francês)

 

- Vincent Van Gogh (pintor holandês)

 

- Georges Seurat (pintor francês)

 

- Paul Cézanne (pintor francês)

 

- Henri Rousseau (pintor francês)

 

- Paul Signac (Pintor francês)

 

- Odilon Redon (pintor e artista gráfico francês)

 

- Charles Angrand (desenhista e pintor francês)

 

- René Schützenberger (pintor francês)

 

- Marius Borgeaud (pintor suíço)

 

- Charles Laval (pintor francês)

 

- Théo van Rysselberghe (pintor belga)

 

- Paul Sérusier (pintor francês)

 

- Paul Sérusier (pintor e gravador francês)

 

- Georges Lemmen (pintor belga)

 

- Félix Vallotton (pintor e gravurista suíço)

 

- Pierre Bonnard (pintor francês)

 

- Édouard Vuillard (pintor e ilustrador francês)

 

- Émile Bernard (escritor e pintor francês)

 

- Cuno Amiet (pintor ilustrador e escultor suíço)

 

- Maurice Denis (escritor e pintor francês)

 

- Robert Antoine Pinchon (pintor francês)

 

- Ferdinand Hodler (pintor suíço)

 

- Dante Conte (pintor italiano)

 

- Paul Ranson (pintor francês)

 

- Vincenzo Vela (escultor suíço-italiano)

 

- Maximilien Luce (impressor e pintor francês)

 

- Meijer de Haan (pintor pós-impressionista holandês)

 

- Emile Claus (pintor pós-impressionista belga)

 

- Maurice Prendergast (pintor pós-impressionista estadunidense)

 

- Suzanne Valadon (pintora pós-impressionista francesa)

 

Suzanne Valadon, pintora pós-impressionista francesa

Suzanne Valadon: pintora do pós-impressionismo francês.

 

 

Exemplos de obras pós-impressionistas:

 

- Jogadores de Cartas de Paul Cézanne

 

- Veneza – Claude Monet

 

- Au Mlolin Rouge de Toulouse-Lautrec

 

- Um Domingo de verão na Grande Jatte de Georges Seurat

 

- O Circo de Georges Seurat

 

- A entrada do Porto de Marselha de Paul Signac

 

- Café noturno de Van Gogh

 

- O Cristo amarelo de Paul Gauguin

 

Café Noturno, pintura pós-impressionista de Van Gogh

Café Noturno (1888), pintura pós-impressionista de Van Gogh.

 

 

 

atualizado em 12/01/2021



Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Pós-impressionismo Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Pós-impressionismo (Coleção Movimentos da Arte Moderna)

Autor: Thomson, Belinda

Editora: Cosac Naify

 

Fontes de referência de pesquisa:

 

- BRODSKAÏA, Nathalia. Pós-Impressionismo. São Paulo: Folha de S.Paulo, 2017.

 

- CHILVERS, Ian. História Ilustrada da Arte. São Paulo: Publifolha, 2014


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.