Arcadismo

O Arcadismo foi uma escola literária do século 18. Leia este texto para saber mais sobre este período e suas características.


Arcadismo: valorização da vida bucólica
Arcadismo: valorização da vida bucólica

 

Origem

 

O Arcadismo, também conhecido como Neoclassicismo, surgiu no continente europeu, no século XVIII, durante uma época de ascensão da burguesia e de seus valores sociais, políticos e religiosos.

 

O nome originou-se de uma região grega chamada Arcádia, que na mitologia grega era a morada de Pan (deus grego dos bosques, matas e dos pastores).

 

As principais características do arcadismo são:

- Esta escola literária, caracterizava-se pela valorização da vida bucólica e dos elementos da natureza.

 

- Os poetas árcades escreviam sobre as belezas do campo, a tranquilidade proporcionada pela natureza e a contemplação da vida simples.

 

- Desprezo à vida nos grandes centros urbanos com toda a sua agitação e problemas inerentes a estes locais.

 

- Os poetas árcades usaram pseudônimos (apelidos) de pastores latinos ou gregos.


O Arcadismo no Brasil: escritores, poetas e principais obras

 

O Arcadismo chegou ao Brasil na segunda metade do século XVIII. Desenvolveu-se em pleno auge do ciclo do ouro na região de Minas Gerais. Foi também neste momento, que ocorre a difusão do pensamento iluminista, principalmente entre os jovens intelectuais e artistas de Minas Gerais. Desta mesma região, que fervia culturalmente e socialmente, saíram os grandes poetas.

 

Entre os principais poetas do Arcadismo brasileiro, podemos destacar Cláudio Manoel da Costa (autor de Obras Poéticas), Tomás Antônio Gonzaga (autor de Liras, Cartas Chilenas e Marília de Dirceu), Basílio da Gama (autor de O Uraguai), Frei Santa Rita Durão (autor do poema Caramuru), Alvarenga Peixoto (autor de Obras Poéticas) e Silva Alvarenga (autor de Glaura).

 

Retrato de Tomás Antônio Gonzaga

Tomás Antônio Gonzaga (1744-1810): importante poeta do arcadismo brasileiro.



Principais características do Arcadismo brasileiro

 

As principais características das obras do arcadismo brasileiro são: valorização da vida no campo, crítica à vida nos centros urbanos (fugere urbem em latim = fuga da cidade), uso de apelidos, objetividade, idealização da mulher amada, abordagem de temas épicos, linguagem simples, pastoralismo e fingimento poético.

 

Curiosidade: origem e significado da palavra

 

- A palavra arcadismo deriva da palavra "arcadia", que era usada nos séculos XVII e XVIII para designar as sociedades literárias do período. Os escritores dessas sociedades utilizam nomes de pastores como espécie de apelido.


Síntese do Arcadismo na Literatura Brasileira:

 

- Período: século XVIII

- Marco inicial: Obras poéticas (1768) de Cláudio Manuel da Costa.

- Principais características: valorização da natureza e do estilo de vida bucólico. Representou os anseios da vida burguesa.

 

Retrato de Cláudio Manuel da Costa, poeta do Arcadismo

Cláudio Manuel da Costa: um dos principais poetas do Arcadismo na Literatura Brasileira.

 

 

 


 


Última revisão: 03/08/2020




Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).

 






Arcadismo Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Arcadismo - Coleção Clássicos da Literatura Brasileira

Autor: Editora Harbra

Editora: Harbra

Temas do livro: Literatura brasileira

 

O Arcadismo como projeto

Autor: Fragoso, João Luis Ribeiro

Editora: Diadorim

 

Arcadismo - Coleção Roteiro da Poesia Brasileira

Autor: Proença Filho, Domício

Editora: Global

 

Fonte de pesquisa utilizado para a elaboração do texto:

 

- SARAÍVA, Antônio José. Iniciação à Literatura Portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.


- MOISÉS Massau. A Literatura Brasileira através dos textos. São Paulo: Cultrix, 2012.

 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.