Judô

História da Judô, origem, ippon, wazzari, koka, yuko, luta, faixas, graduações, regras, tatame


Judô: arte marcial de origem oriental
Judô: arte marcial de origem oriental

 

História do Judô 

 

O judô é uma arte marcial esportiva. Foi criado no Japão, em 1882, pelo professor de Educação Física Jigoro Kano. Ao criar esta arte marcial, Kano tinha como objetivo criar uma técnica de defesa pessoal, além de desenvolver o físico, espírito e mente. Esta arte marcial chegou ao Brasil no ano de 1922, em pleno período da imigração japonesa.

 

O judô teve uma grande aceitação no Japão, espalhando, posteriormente, para o mundo todo, pois possui a vantagem de unir técnicas do jiu-jitsu (arte marcial japonesa) com outras artes marciais orientais. 

 

Luta e regras

 

As lutas de judô são praticadas num tatame de formato quadrado (de 14 a 16 metros de lado). Cada luta dura até 5 minutos. Vence quem conquistar o ippon primeiro. Se ao final da luta nenhum judoca conseguir o ippon, vence aquele que tiver mais vantagens.

 

Ippon: o objetivo do judô é conquistar o ippon (ponto completo). O ippon é conquistado quando um judoca consegue derrubar o adversário, imobilizando-o, com as costas ou ombros no chão durante 30 segundos. Quando o ippon é concretizado o combate se encerra. 

 

Wazari: Outra forma de conquistar o ippon é através da obtenção de dois wazari, que valem meio ponto (vantagem). O wazari é um ippon que foi aplicado de forma incompleta, ou seja, o adversário cai sem ficar com os dois ombros no tatame.

 

Yuko: Quando o adversário vai ao solo de lado. Cada Yuko vale um terço de ponto.

 

Koka: menor pontuação do judô. Vale um quarto de ponto. Ocorre quando o adversário cai sentado. Quatro kokas não gera o final da luta, embora ele seja cumulativo.

 

Proibições

 

No judô não são permitidos golpes no rosto ou que possam provocar lesões no pescoço ou vértebras. São proibidos também os golpes no rosto do adversário. Quando estes golpes são praticados, o lutador é penalizado e, em caso de reincidência, pode ser desclassificado.

 

Graduações (faixas)

 

No Brasil, as graduações do judô são feitas através das cores das faixas, que são amarradas no quimono (espécie de roupão usado pelos judocas). São elas (de menor nível para o maior): branca, cinza, azul, amarela, laranja, verde, roxa, marrom, preta - 1º Dan, preta - 2º Dan, Preta - 3º Dan, preta - 4º Dan, preta - 5º Dan, Vermelha e Branca - 6º Dan, vermelha e Branca - 7º Dan, vermelha e Branca - 8º Dan, vermelha - 9º Dan, Vermelha 10º Dan.

 

Federações e Confederações:

 

- As competições internacionais de judô são organizadas pela IJF (Federação Internacional de Judô).

 

- No Brasil, a CBJ (Confederação Brasileira de Judô) organiza os campeonatos nacionais.

 

Curiosidades:

 

- O judô feminino é esporte olímpico desde os Jogos Olímpicos de Barcelona (1992).

 

- Nas Olimpíadas de Londres 2012 o Brasil teve uma ótima participação no judô. A judoca Sarah Menezes conquistou medalha de ouro. O país também ganhou três medalhas de bronze com Felipe Kitadai, Mayra Aguiar e Rafael Silva.

 

- O judoca japonês Yasuhiro Yamashita ganhou medalha de ouro nas Olimpíadas de Los Angeles (1984). O curioso é que o judoca japonês conseguiu vencer na final mesmo mancando, pois estava com um músculo da panturrilha direita rompido.

 

- Em agosto de 2014, o Brasil obteve ótimos resultados no Mundial de Judô, ocorrido na cidade de Chelyabinsk (Rússia). A equipe brasileira terminou a competição em 3º lugar com quatro medalhas: uma de ouro (Mayara Aguiar), uma de prata (Maria Suelen) e duas de bronze (Rafael Silva e Erika Miranda).




Impressão Google+


Judô Temas Relacionados

Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2015 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.