Lord Byron

Lord Byron foi um poeta romântico inglês do começo do século XIX.


Lord Byron: importante poeta inglês
Lord Byron: importante poeta inglês

 

Quem foi


Jorge Gordon Byron, conhecido como Lord Byron, foi um importante poeta inglês do século XIX. É considerado, na literatura inglesa, um gênio poético e um dos principais representantes do romantismo inglês.

 

Biografia resumida


Byron nasceu da cidade de Londres em 23 de janeiro de 1788.

 

Seu primeiro livro de poemas foi “Horas de lazer”, escrito em 1807.

 

Em 1815, Byron se casou com Anne Isabella "Annabella" Milbanke. O casamento, no entanto, foi conturbado. Após o nascimento de sua única filha, uma filha chamada Ada, em dezembro de 1815, o relacionamento do casal tornou-se cada vez mais volátil, marcado por acusações de infidelidade, separação e escândalos. Eles se separaram oficialmente em 1816, deixando Byron com uma reputação manchada.


Após a separação, Byron trocou a Inglaterra pelo continente, onde passou a maior parte do resto de sua vida. Ele morou na Suíça e na Itália, levando uma vida cheia de envolvimentos românticos e perseguindo várias paixões.



Fez muitas viagens, que o inspiraram, para cidades da Espanha, Grécia, Malta, Suíça, Itália e Albânia. Em Genebra, viveu com Claire Clairmont com quem teve uma filha, em 1817, chamada Allegra.

 

Em 1823, movido pelo desejo de contribuir para a libertação da Grécia do domínio otomano, Byron juntou-se à Guerra da Independência Grega.



Byron era aleijado de um pé. Morou um tempo em Lisboa, porém uma situação desagradável o indispôs contra os portugueses. Foi morar no Oriente, em seus últimos anos de vida.

 

Morreu em Missolonghi (atual Grécia) no dia 19 de abril de 1824, aos 36 anos.

 


Características de seu estilo literário (obras e personagens):



• As obras de Lord Byron, que influenciaram muitos escritores românticos do século XIX, são marcadas por personagens com personalidades marcantes. Estes personagens apresentam comportamento autodestrutivo, passado obscuro, aversão social, rebeldia, talentos marcantes e grande exibição de paixões.

 

• Seus poemas são carregados de inspiração exaltada, crítica social, impetuosa e violenta. Apresentam temas ligados à tristeza humana e melancolia.

 

• Muitas das obras de Byron são de natureza narrativa, contando uma história ou recontando uma aventura. Ele é conhecido por seus longos e arrebatadores poemas épicos e monólogos dramáticos.

 

• Byron também é conhecido por sua sagacidade e ironia, muitas vezes usando essas ferramentas para criticar a sociedade, a política e a moralidade. Seu estilo satírico o diferencia de muitos outros poetas românticos.

 

• Os poemas de Byron são notáveis por suas imagens vívidas e evocativas. Ele costumava usar descrições visuais impressionantes para criar uma rica experiência sensorial para o leitor.

 

Retrato pintado de Lord Byron

Lord Byron: um dos grandes poetas do romantismo inglês (pintura feita em 1813 por Thomas Phillips).




Principais obras de Lord Byron:



- Horas ociosas


- As peregrinaciones de Childe Harold


- A corsário


- Lara


- O sonho


- Prometeu


- Escuridão


- Mazzepa


- A profecia de Dante


- Sardanápalo


- A ilha


- Cain

- Beppo


- Werner

- Don Juan


- Céu e Terra

- Caim

- O prisioneiro de Chillon

- Manfred (peça de 1817)



Exemplos de frases:


- "Quando o homem deixa de criar, deixa de existir".


- "O melhor profeta do futuro é o passado".


- "O ódio é a loucura do coração".


- "O ódio é o prazer mais duradouro; os homens amam com pressa, mas odeiam calmamente".

 

 




Por Elaine Barbosa de Souza
Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).




Você também pode gostar de:


Temas Relacionados
Bibliografia Indicada


Memórias de Lord Byron
Autor: Nye, Robert
Editora: L&PM


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.



Copyright © 2004 - 2024 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.