Corporações de Ofício

As Corporações de Ofício foram associações de trabalhadores que surgiram no final da Idade Média.


Pintura medieval retratando a Corporação de Ofício dos Ferreiros
Pintura medieval retratando a Corporação de Ofício dos Ferreiros

 

Definição

 

As Corporações de Ofício eram associações, existentes no final da Idade Média, que reuniam trabalhadores (artesãos) de uma mesma profissão. Existiram corporações de ofícios de diversos tipos como, por exemplo, carpinteiros, ferreiros, alfaiates, sapateiros, padeiros, entre outros.

 

Estas associações serviam para defender os interesses trabalhistas e econômicos dos trabalhadores. Cada profissional contribuía com uma taxa para manter a associação em funcionamento.


As corporações de ofício eram bem organizadas. Existiam as seguintes categorias numa corporação:

 

- Mestres: eram os donos de oficina e com muita experiência no ramo em que atuava;

 

- Oficiais: tinham uma boa experiência na área e recebiam salário pela função exercida;

 

- Aprendizes: eram jovens em começo de carreira que estavam na oficina para aprender o trabalho. Não recebiam salário, mas ganhavam, muitas vezes, uma espécie de ajuda.


Origem dos sindicatos

 

Podemos considerar as corporações de ofício como uma espécie de embrião dos sindicatos modernos.

 

Imagens medievais retratando profissões da época e que formavam Corporações de Ofício

Profissões do final da Idade Média que faziam parte de corporações do ofício.

 

 



Última revisão: 09/09/2020

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Corporações de Ofício Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

- PILETTI, Nelson. História e Vida Integrada. São Paulo: Editora Ática, 1998.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.