Mercantilismo

História do Mercantilismo, teoria mercantilista, resumo, economia, metalismo, balança comercial favorável, industrialização, protecionismo alfandegário, Pacto Colonial, conceito


Acúmulo de metais preciosos: um dos objetivos do mercantilismo
Acúmulo de metais preciosos: um dos objetivos do mercantilismo

 

Mercantilismo (conceito)



Podemos definir o mercantilismo como sendo a política econômica, adotada na Europa durante o Antigo Regime. O governo absolutista interferia muito na economia dos países. O objetivo principal destes governos era alcançar o máximo possível de desenvolvimento econômico, através do acúmulo de riquezas. Quanto maior a quantidade de riquezas dentro de um reino, maior seria seu prestígio, poder e respeito internacional.



Podemos citar como principais características do sistema econômico mercantilista:



Metalismo: o ouro e a prata eram metais que deixavam uma nação muito rica e poderosa, portanto os governantes faziam de tudo para acumular estes metais. Além do comércio externo, que trazia moedas para a economia interna do país, a exploração de territórios conquistados era incentivada neste período. Foi dentro deste contexto histórico, que a Espanha explorou toneladas de ouro das sociedades  indígenas da América como, por exemplo, os maias, incas e astecas.



Industrialização: o governo estimulava o desenvolvimento de indústrias em seus territórios. Como o produto industrializado era mais caro do que matérias-primas ou gêneros agrícolas, exportar manufaturados era a certeza de bons lucros.



Protecionismo Alfandegário: os reis criavam impostos e taxas para evitar, ao máximo, a entrada de produtos vindos do exterior. Era uma forma de estimular a indústria nacional e evitar a saída de moedas para outros países.



Pacto Colonial: as colônias europeias deveriam fazer comércio apenas com suas metrópoles. Era uma garantia de vender caro e comprar barato, obtendo ainda produtos não encontrados na Europa. Dentro deste contexto histórico, ocorreu o ciclo econômico do açúcar no Brasil Colonial.



Balança Comercial Favorável: o esforço era para exportar mais do que importar, desta forma, entraria mais moedas do que sairia, deixando o país em boa situação financeira.

 

Principais teóricos, políticos e economistas que defendiam o mercantilismo:

 

- Jean-Baptiste Colbert - foi ministro da economia durante o reinado de Luís XIV, na França absolutista.

 

- William Petty - filósofo e economista inglês do século XVII.

 

- Robert Walpole - político britânico e chanceler do Tesouro.

 

Principais opositores do mercantilismo:

 

- David Hume - filósofo e historiador escocês.

 

- Adam Smith - filósofo e economista britânico.

 


Artigo publicado em: 25/01/05 - Última revisão: 21/08/18
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Impressão Google+


Mercantilismo Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

- O Mercantilismo
  Autor: Deyon, Pierre / Mota, Teresa Cristina Silveira da
  Editora: Perspectiva
  Temas: História, Economia

 

- O Mercantilismo (Coleção Construir o Passado)
  Autor: Deyon, Pierre
  Editora: Gradiva
  Temas: História Geral, Mercantilismo

 

- O Mercantilismo e a América (Coleção Repensando a História)
  Autor: Pradanov, Cléber Cristiano
  Editora: Contexto
  Temas: História

 

___________________

 

Vídeo recomendado:

 

- Mercantilismo - 7 Características Para Entender Tudo!


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2018 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.