Brasil Império - Cronologia

As principais datas e os fatos mais importantes do período monárquico brasileiro.


D.Pedro I - primeiro imperador do Brasil
D.Pedro I - primeiro imperador do Brasil

 

Introdução: o período imperial

 

A História do Brasil Imperial tem início em 7 de setembro de 1822 com a proclamação de Independência do Brasil por D. Pedro I. O término deste período é a Proclamação da República, ocorrida no Rio de Janeiro, em 15 de novembro de 1889. Durante esta época, o Brasil foi governado por dois imperadores: D. Pedro I (de 1822 até 1831) e D. Pedro II (de 1840 até 1889). Entre os anos de 1831 e 1840, o Brasil foi governado por regentes.

 

Principais fatos da História do Brasil Império (Cronologia)

 

1822 - No dia 7 de setembro, D. Pedro I, às margens do riacho do Ipiranga em São Paulo, proclama a Independência do Brasil. Início do Brasil Monárquico.

 

1822 - No Rio de Janeiro, em 12 de outubro, D. Pedro I é aclamado imperador do Brasil.

 

1823 - Reunião da Assembleia Geral Constituinte e Legislativa do Brasil. A Assembleia foi dissolvida por D. Pedro I que criou o Conselho de Estado.

 

1823 - As tropas leais ao imperador brasileiro vencem os portugueses nas guerras pela consolidação da independência.

 

1824 - No dia 25 de março, D. Pedro I outorga a Primeira Constituição Brasileira.

 

1824 - O nome oficial do país muda de Brasil para Império do Brasil.

 

1824 - Ocorre o movimento revolucionário conhecido como Confederação do Equador.

 

1825 - Início da Guerra da Cisplatina, conflito entre Brasil e Uruguai, que queria sua independência.

 

1825 - A Independência do Brasil é reconhecida por Portugal.

 

1831 (13 de março) - Noite das Garrafadas: conflitos de rua, no Rio de Janeiro, entre opositores e simpatizantes (partidários) de Dom Pedro I.

 

1831 - Sofrendo pressões, D. Pedro I abdica do trono do Brasil.

 

1831 a 1840 - Período Regencial: Brasil é governado por regentes.

 

1833 - Ocorre, na cidade de Ouro Preto (Minas Gerais) a Revolta do Ano da Fumaça. O movimento também ficou conhecido como Sedição Militar de 1833.

 

1835 - 1845 - Ocorre a Revolução Farroupilha (Guerra dos Farrapos) no sul do país.

 

1834 - Morte de D. Pedro I.

 

1834 - no mês de agosto um ato adicional (Lei número 16) modificou a Constituição Brasileira: A Regência Trina foi susbtituída pela Regência Una.

 

1835 - O padre Diogo Feijó tornou-se o primeiro regente uno do Brasil.

 

1835 - Revolta dos Malês no estado da Bahia.

 

1835-1840 - Cabanagem: revolta popular ocorrida na província do Pará.

 

1836 - Os revoltosos da Revolução Farroupilha proclamam a República Rio-Grandense.

 

1837 - Em 19 de setembro deste ano, o padre Feijó renuncia ao cargo de regente uno do Brasil.

 

1837-1838 - Sabinada - revolta regencial ocorrida na Bahia.

 

1838-1841 - Balaiada - revolta popular ocorrida no interior da província do Maranhão.

 

1840 - Golpe da Maioridade: Dom Pedro II assume o trono do Brasil com apenas 14 anos de idade.

 

1842 - Revolução Liberal nas províncias de Minas Gerais e São Paulo.

 

1845 - Fim da Guerra dos Farrapos na região Sul do Brasil.

 

1847 - É instituído o parlamentarismo no Brasil.

 

1848-1850 - Revolução Praieira, de caráter liberal e federalista, ocorrida na província de Pernambuco.

 

1850 - Lei Eusébio de Queiróz que proibia o tráfico de escravos.

 

1851 - Guerra contra o Uruguai. O governo imperial brasileiro interveio em defesa do líder colorado Frutuoso Rivera contra o blanco Manuel Oribe.

 

1852 - Guerra contra a Argentina. Intervenção brasileira na Argentina com o objetivo de tirar do poder o caudilho Juan Manuel de Rosas e promover o livre comércio nos rios da região platina.

 

1854 - O empresário Barão de Mauá, em 30 de abril, inaugura a primeira ferrovia brasileira.

 

1864 a 1865 - Guerra contra o Uruguai. Ocorreu quando latifundiários gaúchos se envolveram em disputas políticas internas no Uruguai e o governo imperial se viu forçado a intervir no país.

 

1865-1870 - Ocorre a Guerra do Paraguai: Brasil, Argentina e Uruguai contra o Paraguai. A principal causa foi o surgimento do Paraguai enquanto potência na região do Prata. A independência econômica paraguaia ameaçou os interesses ingleses na região.

Cena de guerra com soldados montados em cavalos

Batalha do Avaí (1868) durante a Guerra do Paraguai.

 



1870 - Lançamento do Manifesto Republicano.

 

1871 - Promulgada a Lei do Ventre Livre.

 

1872 - Fundação do Partido Republicano.

 

1874 - Chegam em São Paulo os primeiros imigrantes italianos (início da fase de imigração).

 

1882 - A borracha ganha importância no mercado internacional e o Brasil torna-se um grande produtor e exportador.

 

1885 - Lei dos Sexagenários: liberdade aos escravos com mais de sessenta anos.

 

1888 - No dia 13 de maio, a Princesa Isabel assina a Lei Áurea, acabando com a escravidão no país.

 

1889 - Em 15 de novembro, na cidade do Rio de Janeiro, sob o comando do Marechal Deodoro da Fonseca, ocorre a Proclamação da República (fim do Brasil Império).

 

Proclamação da República no Brasil em 1889

Proclamação da República no Brasil (15 de novembro de 1889): o fim do período imperial na História do Brasil.

 

 

 



atualizado em 30/07/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Brasil Império - Cronologia Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Fontes de referência do texto:

 

- SILVA, Francisco de Assis. História do Brasil – Colônia, Império e República. São Paulo: Moderna, 2000.


- BOULOS JR., Alfredo. História do Brasil – Império e República. São Paulo: FTD, 1995.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.