Pirâmides do Egito Antigo

Conheça as pirâmides do Egito, como foram construídas, funções sociais, estrutura, armadilhas, curiosidades, pinturas internas e o uso da matemática


Quéops: uma das mais importantes pirâmides do Egito Antigo
Quéops: uma das mais importantes pirâmides do Egito Antigo

 

Introdução (construção)

 

Elas foram construídas há mais de 2.500 anos e resistem até hoje. Cercadas de mistérios, despertam interesse de historiadores, arqueólogos e estudiosos de civilizações antigas. Como resistiram a tantos séculos? Que segredos guardavam dentro delas? Qual função religiosa exerciam na sociedade?

 

Conhecendo as pirâmides - características e curiosidades

 

A religião do Egito Antigo era politeísta, pois os egípcios acreditavam em vários deuses. Acreditavam também na vida após a morte e, portanto, conservar o corpo e os pertences para a outra vida era uma preocupação. Mas somente os faraós e alguns sacerdotes tinham condições econômicas de criarem sistemas de preservação do corpo, através do processo de mumificação. 

 

A pirâmide tinha a função abrigar e proteger o corpo do faraó mumificado e seus pertences (joias, objetos pessoais e outros bens materiais) dos saqueadores de túmulos. Logo, estas construções tinham de ser bem resistentes, protegidas e de difícil acesso. Os engenheiros, que deviam guardar os segredos de construção das pirâmides, planejavam armadilhas e acessos falsos dentro das construções. Tudo era pensado para que o corpo mumificado do faraó e seus pertences não fossem acessados.

 

As pirâmides foram construídas numa época em que os faraós exerciam máximo poder político, social e econômico no Egito Antigo. Quanto maior a pirâmide, maior seu poder e glória. Por isso, os faraós se preocupavam com a grandeza destas construções. Com mão de obra escrava, milhares muitas vezes, elas eram construídas com blocos de pedras que chegavam a pesar até duas toneladas. Para serem finalizadas, demoravam, muitas vezes, mais de 20 anos. Desta forma, ainda em vida, o faraó começava a planejar e executar a construção da pirâmide.

 

matemática foi muito empregada na construção das pirâmides. Conhecedores desta ciência, os arquitetos planejavam as construções de forma a obter o máximo de perfeição possível. As pedras eram cortadas e encaixadas de forma perfeita. Seus quatro lados eram desenhados e construídos de forma simétrica, fatores que explicam a preservação delas até os dias atuais.

 

Ao encontrarem as pirâmides, muitas delas intactas, os arqueólogos se depararam com muitas informações do Egito Antigo. Elas possuem inscrições hieroglíficas, contando a vida do faraó ou trazendo orações para que os deuses soubessem dos feitos realizados pelo governante. 

 

Pirâmide de Djoser, construída no Egito Antigo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pirâmide de Djoser, construída em Sacará (Egito) durante a 3ª Dinastia (2667 a.C. –2648 a.C.)




Impressão


Pirâmides do Egito Antigo Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Contos e lendas dos tempos das pirâmides

Autor: Jacq, Christian

Editora: WMF Martins Fontes

Temas: História do Egito Antigo, Monumentos Históricos

 

Pirâmides - a verdadeira história por trás dos mais antigos monumentos do Egito

Autor: Tyldesley Joyce

Editora: Globo

Temas: História do Egito Antigo, Monumentos Históricos

 


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2019 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.