Guerra do Líbano de 2006

Foi um conflito armado entre Israel e o grupo xiita Hezbollah, sediado no sul do Líbano.


Soldados israelenses deixando o Líbano em agosto de 2006
Soldados israelenses deixando o Líbano em agosto de 2006

 

Introdução

 

Também conhecida como Segunda Guerra do Líbano (pelos israelenses), foi um conflito armado, que ocorreu no ano de 2006. Envolveu, principalmente Israel de um lado e o grupo xiita islâmico Hezbollah (sediado no Líbano) do outro. Essa guerra faz parte de um contexto maior conhecido como Conflito Árabe-Israelense.

 

Antecedentes históricos:

 

1 - O fim da Guerra Civil em 1989

Desde o término da guerra civil em 1989, o Líbano conviveu com a presença de tropas sírias em seu território, contrariando os interesses dos EUA. Vale lembrar que a Síria sempre teve relações exteriores próximas com a da ex-União Soviética, na época da Guerra Fria.

 

2 - A crise política de 2004 e 2005

No fim de agosto de 2004, o presidente sírio Bashar al-Assad, referendado pelo parlamento do Líbano de maioria pró-Síria, decidiu estender o mandato do presidente libanês Émile Lahoud. 0 governo norte-americano de George W. Bush, mesmo ocupando militarmente o Iraque e o Afeganistão, encaminhou um pedido à ONU (Organização das Nações Unidas) solicitando a retirada imediata das tropas sírias do território libanês. A ONU atendeu ao pedido dos EUA, fato que criou uma situação de constrangimento para o governo sírio.

 

A crise se aprofundou com o assassinato de Rafic Hariri, ex-primeiro-ministro libanês, em 14 de fevereiro de 2005. 0 crime causou comoção geral, e, em abril de 2005, os sírios se viram pressionados a retirar do Líbano suas forças militares.

 

Guerra do Líbano de 2006

 

A principal causa da guerra

Em 2006, o país enfrentou uma nova guerra em seu território, desta vez contra Israel. 0 estopim foi a "Operação Promessa Leal", durante a qual milicianos do grupo xiita Hezbollah (sediado no Líbano) lançaram foguetes sobre localidades e posições militares israelenses próximas ao território libanês. No mesmo momento, ocorreu uma incursão dos militantes xiitas no território de Israel, o que culminou com o sequestro de dois militares israelenses, além de oito soldados israelenses mortos.

 

A resposta de Israel

 

Israel respondeu com a intensa ação militar no Líbano e destruiu parte importante da infraestrutura libanesa, além de deixar desabrigados perto de 900 mil libaneses e 500 mil israelenses. O principal objetivo do forte ataque israelense era causar o desabastecimento dos integrantes do Hezbollah. Neste ataque, as forças israelenses atacaram também uma base aérea e um aeroporto em território libanês.

 

Muitos civis libaneses morreram nos ataques de Israel, pois as milícias do Hezbollah estavam instaladas em áreas do Sul do Líbano, que eram habitadas por civis xiitas.


Foto de um bombardeio israelense no sul do Líbano

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bombardeio israelense no sul do Líbano.

 

 

 

 

 

Fim do conflito e consequências

 

0 cessar-fogo foi declarado no dia 11 de agosto de 2006, após intensas negociações. A resolução de paz (Resolução 1701 do Conselho de Segurança da ONU) foi aceita por ambas as partes e determinou:

 

- O fim das hostilidades entre Líbano e Israel.

- A retirada das tropas israelenses do território libanês.

- O desarmamento do Hezbollah.

- A atuação de forças armadas libanesas e de uma força armada internacional no sul do Líbano.

 

Você sabia?

 

- O bloqueio militar israelense terminou no dia 8 de setembro de 2006, um mês após o fim da guerra.


- Não houve vencedor nessa guerra. Os dois lados reivindicaram a vitória.


Principais dados da guerra:

 

- Data: de 12 de julho de 2006 a 14 de agosto de 2006.

- Regiões em que ocorreram os conflitos armados: territórios do sul do Líbano e norte Israel.

- Principais participantes da guerra: Israel (com apoio dos EUA) x Hezbollah (com apoio do Irã e Síria).

- Militares mortos na guerra: 121 israelenses e cerca de 700 do Hezbollah.

- Civis mortos: 44 israelenses e 1.1190 cidadãos libaneses.


Baalbek após bombardeio israelense em julho de 2006.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Baalbek (cidade próxima a Beirute) após bombardeio israelense no final de julho de 2006.

 

 

 

 

 

publicado em 28/07/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Guerra do Líbano de 2006 Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Pobre Nação. As Guerras Do Líbano No Século XX

Autor: Robert Fisk

Editora: Record

Ano: 2007

Temas do livro: História


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.