Guerra do Golfo

A Guerra do Golfo aconteceu no Oriente Médio entre 1990 e 1991.


Cenas da Guerra do Golfo (1990-1991)
Cenas da Guerra do Golfo (1990-1991)

 

Introdução histórica - o que foi

 

A Guerra do Golfo foi um conflito armado que começou em agosto de 1990, após as tropas iraquianas terem invadido o Kuwait.

 

As principais causas da Guerra do Golfo foram:

 

- Um dos motivos da invasão alegado pelo presidente iraquiano, Saddam Hussein, foi que o Kuwait estava prejudicando o Iraque no comércio de petróleo, vendendo o produto por um preço muito baixo. Com isso, o Iraque estaria perdendo mercado consumidor e precisando baixar o preço de seu petróleo no mercado internacional. Para diminuir os prejuízos, o Iraque pediu uma indenização milionária ao governo do Kuwait. O governo do Kuwait não aceitou a reivindicação de indenização e não efetuou o pagamento.

 

- Havia também outro problema envolvendo os dos países do Oriente Médio. O Iraque reivindicava a devolução de um território que pertencia ao Kuwait, mas que o governo iraquiano afirmava que fez parte do Iraque no passado.

 

- Como o Kuwait não pagou a indenização pretendida pelo Iraque e não entregou o território, o governo iraquiano enviou tropas que ocuparam o Kuwait, tomando os poços de petróleo.

 

Como foi a guerra

 

A ONU (Organização das Nações Unidas) condenou a invasão e emitiu um documento exigindo a retirada imediata das tropas iraquianas do Kuwait. Ao mesmo tempo, os Estados Unidos deslocaram tropas e aviões para a Arábia Saudita, preparando-se para uma ação militar. 

 

Como o Iraque não retirou seu exército do Kuwait, a ONU autorizou a invasão militar do Iraque por um grupo de países (Inglaterra, França, Egito, Síria, Arábia Saudita), liderados pelos Estados Unidos. O ataque ao Iraque teve início em janeiro de 1991 e durou um mês e meio. 



Foto de aviões F-14 dos EUA em pleno voo na Guerra do Golfo
Caças F-14 que foram usados pelos EUA na Guerra do Golfo.



Fim da Guerra e consequências principais

 

O Iraque foi derrotado (o cessar fogo foi aceito em abril de 1991) e teve que retirar suas tropas do vizinho Kuwait, além de sofrer com o embargo econômico imposto pela ONU

 

Milhares de soldados e civis morreram ou ficaram mutilados nesta guerra e os prejuízos econômicos também foram gigantescos. Porém, Saddam Hussein continuou no poder do Iraque e reorganizou, com o passar dos anos, a economia e o exército iraquiano.

 

Tanques de guerra dos EUA durante a Guerra do Golfo

Tanques de guerra dos EUA durante a Operação Tempestade do Deserto na Guerra do Golfo.

 

Principais dados da guerra:

 

- Combatentes: Coalizão formada por Kuwait, Estados Unidos, Reino Unido, França e Arábia Saudita contra o Iraque.

 

- Forças de combate: Coalizão com 956,5 mil militares. Iraque com 650 mil militares.

 

- Vítimas: A Coalizão teve 292 mortos e 776 feridos. Já o Iraque teve entre 25 mil e 50 mil mortos e cerca de 74 mil feridos.

 

 

 


 


Última atualização: 29/07/2020.

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).




Você também pode gostar de:


Guerra do Golfo Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Oriente Médio - de Maomé a Guerra do Golfo

Autor: Soares, Jurandir

Editora: UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

 

Fonte de referência utilizada na elaboração do texto:

 

- CAMPOS, Raymundo. Estudos de História Moderna e Contemporânea. São Paulo: Editora Atual, 1988.

 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2021 SuaPesquisa.com
Todos os direitos reservados.