Os Bandeirantes

Os bandeirantes foram exploradores e sertanistas que desbravaram o interior do Brasil no período colonial.


Estátua em homenagem ao bandeirante Borba Gato (São Paulo-SP)
Estátua em homenagem ao bandeirante Borba Gato (São Paulo-SP)

 

Introdução - quem eram

 

Os Bandeirantes eram homens corajosos e valentes, que no princípio da colonização do Brasil, foram usados pelos portugueses com o objetivo de lutar contra indígenas rebeldes e escravos fugitivos.

 

Atividades, características, objetivo e importância histórica 

 

 

Entradas e bandeiras

 

Esses homens, que saiam de São Paulo e São Vicente, dirigiam-se para o interior do Brasil caminhando através de florestas e também seguindo caminho por rios. O Rio Tietê, por exemplo, foi um dos principais meios de acesso para o interior de São Paulo. Estas explorações territoriais eram chamadas de Entradas ou Bandeiras. Enquanto as Entradas eram expedições oficiais organizadas pelo governo, as Bandeiras eram financiadas por particulares (senhores de engenho, donos de minas, comerciantes). Vale dizer que as Bandeiras eram lideradas por um capitão-mor e contavam com 10 a 12 homens brancos armados (de confiança do capitão-mor), além de vários indígenas (escravizados ou não) e muitos mamelucos (filhos de pai português com mãe indígena).

 

Essas expedições tinham como objetivo predominante capturar os índios e procurar por pedras e metais preciosos. Contudo, estes homens ficaram historicamente conhecidos como os responsáveis pela conquista de grande parte do território brasileiro. Alguns deles chegaram até fora do território brasileiro, em locais como a Bolívia e o Uruguai. 

 

Procura de ouro e pedras preciosas

 

Do século XVII em diante, o interesse dos portugueses passou a ser a procura por ouro e pedras preciosas. Então, os bandeirantes Fernão Dias Pais e seu genro Manuel Borba Gato, concentraram-se nestas buscas desbravando Minas Gerais. Depois, outros bandeirantes foram para além da linha do Tratado de Tordesilhas e descobriram o ouro. Muitos aventureiros os seguiram, e, estes, permaneceram em Goiás e Mato Grosso, dando início a formação das primeiras cidades. Nessa ocasião destacaram-se: Antônio Pedroso, Alvarenga e Bartolomeu Bueno da Veiga, o Anhanguera. 

 

Exemplos de bandeirantes famosos

 

Outros bandeirantes que fizeram nome neste período foram: Jerônimo Leitão (primeira bandeira conhecida), Nicolau Barreto (seguiu trajeto pelo Tietê e Paraná e regressou com índios capturados), Antônio Raposo Tavares (atacou missões jesuítas espanholas para capturar índios), Francisco Bueno (missões no Sul até o Uruguai) e Brás Leme (liderou expedições, no começo do século XVII, em busca de esmeraldas).

 

Conclusão

 

Como conclusão, pode-se dizer que os bandeirantes foram responsáveis pela expansão do território brasileiro, desbravando os sertões além do Tratado de Tordesilhas. Por outro lado, agiram de forma violenta na caça de indígenas e de escravos foragidos, contribuindo para a manutenção do sistema escravocrata que vigorava no Brasil Colônia.


Retrato do bandeirante Antônio Raposo Tavares

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O bandeirante Antônio Raposo Tavares: importante atuação na expansão das fronteiras brasileiras.

 

 

 

Curiosidades históricas:

 

- É comemorado em 14 de novembro o Dia dos Bandeirantes.

 

- A ação (atividade) de entrada para o interior do território, realizada pelos bandeirantes, é chamada de bandeirismo ou bandeirantismo.

 

- O bandeirante Domingos Jorge Velho foi contratado, pelo Conselho Ultramarino, para atacar e destruir o Quilombo dos Palmares, que era liderado por Zumbi dos Palmares.

 

- De tanto caçar indígenas nas matas brasileiras, o bandeirante Domingos Jorge Velho tornou-se um grande conhecedor da língua Tupi.

 

- Os bandeirantes também eram conhecidos como sertanistas.

 

- No estado de São Paulo existem várias rodovias com nome de bandeirantes. Podemos citar como exemplos: Rodovia dos Bandeirantes (homenagem a todos), Rodovia Anhanguera (liga a capital ao litoral paulista) e Rodovia Raposo Tavares (liga a capital à divisa com o estado do Mato Grosso).

 

Bandeirante Domingos Jorge Velho (pintura de Benedito Calixto, 1903)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O bandeirante Domingos Jorge Velho (pintura de Benedito Calixto, 1903) - a obra é uma representação simbólica do bandeirante. O objetivo do pintor era criar uma imagem heroica do personagem.

 


 

atualizado em 16/07/2020
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Os Bandeirantes Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Negros da Terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo

Autor: Monteiro, John Manuel

Editora: Companhia das Letras

Temas: História do Brasil

 

No tempo dos bandeirantes

Autor: Belmonte

Editora: Imprensa Oficial

Temas: História do Brasil

 

Bandeirantes

Autor: Ribeiro, Regina Helena de Araújo

Editora: Saraiva

Temas: História do Brasil

 

___________________

 

Fontes de referência do texto:

 

- FAUSTO, Boris. História Concisa do Brasil. São Paulo: Edusp, 2015.


- PRIORE, Mary del; VENANCIO, Renato. Uma breve História do Brasil. São Paulo: Planeta, 2010.


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.