Primeira Fase da Revolução Francesa

Resumo, principais características da fase burguesa, período histórico, como foi


Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão: marco da Revolução Francesa
Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão: marco da Revolução Francesa

 

Introdução

 

A Revolução Francesa foi um processo, que pode ser dividido em três fases: Fase Burguesa (1789 a 1792), Fase Popular (1792 a 1794) e Fase da Consolidação da Burguesia no poder (1794 a 1799).

 

A Primeira Fase, que também é conhecida como Fase Burguesa ou Fase Moderada teve início em 14 de julho de 1789 com a Queda da Bastilha (prisão política do governo absolutista francês de Luís XVI).

 

Principais características da Primeira Fase da Revolução Francesa:

 

- Teve início com a Tomada da Bastilha em 14 de julho de 1789.

 

- Em agosto de 1789, a revolução chegou ao campo. Camponeses destruíram propriedades rurais e atacaram integrantes do clero e da nobreza. Temendo uma radicalização do movimento, a nobreza começou a ceder espaço e poder político para a burguesia e apontar para mudanças sociais na França.

 

- Os burgueses conseguem aprovar, na Assembleia Constituinte Francesa, o fim de vários privilégios da nobreza e do clero. Entre esses privilégios, estavam a isenção de impostos para clérigos e nobres, a servidão no campo (ainda da época do feudalismo), cobrança de dízimos, tribunais especiais para nobres, entre outros.

 

- Em agosto de 1789, foi elaborada e entrou em vigor a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Igualdade de direitos e liberdade foram os principais princípios desse importante documento. Ele é considerado o marco inicial do regime democrático que temos hoje em diversos países.

 

- Em 1791, entrou em vigor a Constituição francesa. De acordo com ela, haveria um novo sistema político no país. O poder Executivo continuaria com o rei, porém esse não o exerceria mais de forma absolutista (deveria obedecer às novas leis e seu poder foi reduzido). O poder Legislativo seria exercido pela Assembleia, composta por cidadãos com certa condição financeira (pessoas ricas, ou seja, burgueses).

 

- A população pobre ficou afastada das decisões políticas. Nessa fase, o poder político ficou nas mãos dos ricos burgueses (comerciantes, empresários e banqueiros), que governaram de acordo com seus interesses e necessidades econômicas.

 

- Como essa fase inicial não modificou as estruturas da sociedade francesa, os camponeses continuaram sem terras e os trabalhadores urbanos continuaram pobres e vivendo em situação precária. A insatisfação popular foi a principal mola propulsora para a radicalização na fase seguinte do processo revolucionário.


Assembleia Constituinte na Primeira Fase da Revolução Francesa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Assembleia Constituinte (1789) na Primeira Fase da Revolução Francesa.

 

 

Artigo publicado em: 23/12/2019.
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Primeira Fase da Revolução Francesa Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

A interpretação social da Revolução Francesa

Autor: Cobban, Alfred

Editora: Gradiva

Ano: 1989

Temas do livro: História Geral


Veja Também


Temas diversos

Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.