Chuva Ácida e suas características

A chuva ácida é um tipo de chuva em que há presença elevada de poluentes na água.


Efeitos nocivos da chuva ácida em Patrimônio Histórico
Efeitos nocivos da chuva ácida em Patrimônio Histórico

 

Origens

 

A Revolução Industrial do século XVIII trouxe vários avanços tecnológicos e mais rapidez na forma de produzir, por outro lado originou uma significativa alteração no meio ambiente. As fábricas, com suas máquinas a vapor, queimavam toneladas de carvão mineral para gerar energia. Neste contexto, começa a surgir a chuva ácida. Porem, o termo apareceu somente em 1872, na Inglaterra. O climatologista e químico Robert A. Smith foi o primeiro a pesquisar a chuva ácida na cidade industrial inglesa de Manchester.

 

As principais causas e características

 

Atualmente, a chuva ácida é um dos principais problemas ambientas nos países industrializados. Ela é formada a partir de uma grande concentração de poluentes químicos, que são despejados na atmosfera diariamente.  Estes poluentes, originados principalmente da queima de combustíveis fósseis, formam nuvens, neblinas e até mesmo neve.

 

A chuva ácida é composta por diversos ácidos como, por exemplo, o óxido de nitrogênio e os dióxidos de enxofre, que são resultantes da queima de combustíveis fósseis (carvão, óleo diesel, gasolina entre outros). Quando caem em forma de chuva ou neve, estes ácidos provocam danos no solo, plantas, construções históricas, animais marinhos e terrestres etc. Este tipo de chuva pode até mesmo provocar o descontrole de ecossistemas, ao exterminar determinados tipos de animais e vegetais. Poluindo rios e fontes de água, a chuva pode também prejudicar diretamente a saúde do ser humano, causando doenças pulmonares, por exemplo.

 

Principais consequências 

 

Este problema tem se acentuado nos países industrializados, principalmente nos que estão em desenvolvimento como, por exemplo, Brasil, Rússia, China, México e Índia. O setor industrial destes países tem crescido muito, porém de forma desregulada, agredindo o meio ambiente. Nas décadas de 1970 e 1980, na cidade de Cubatão, litoral de São Paulo, a chuva ácida provocou muitos danos ao meio ambiente e ao ser humano. Os ácidos poluentes jogados no ar pelas indústrias estavam gerando muitos problemas de saúde na população da cidade. Foram relatados casos de crianças que nasciam sem cérebro ou com outros defeitos físicos. A chuva ácida também provocou desmatamentos significativos na Mata Atlântica da Serra do Mar.

 

Estudos feitos pela WWF (Fundo Mundial para a Natureza) mostraram que nos países ricos o problema também aparece. Na Europa, por exemplo, estima-se que 40% dos ecossistemas estão sendo prejudicados pela chuva ácida e outras formas de poluição.

 

Foto mostrando as consequências da chuva ácida na vegetação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultado da chuva ácida na vegetação de uma floresta.

 

 

 

 

 

 

 

 

_____________________________

atualizado em 02/09/2020






Chuva Ácida e suas características Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Chuva Ácida - Coleção Preserve o Mundo

 Autor: Baines, John

 Editora: Scipione

 Temas principais: Geografia e Clima.

 

Chuva Ácida - Coleção S.O.S Planeta Terra

 Autor: Bright, M.

 Editora: Melhoramentos

 Temas principais: Meio Ambiente e Clima.

 

 

Fontes de referência do texto:

 

- MAGNOLI, Demétrio e ARAÙJO, Regina. Construção Do Mundo - Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Editora Moderna, 2005. 

 

- OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino e ROSS, Jurandyr Luciano Sanches,. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 2014. 

 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.