Rubens

Peter Paul Rubens foi um grande pintor barroco flamengo do século XVII.


Rubens: importante pintor barroco do século XVII
Rubens: importante pintor barroco do século XVII

 

Quem foi 



Peter Paul Rubens foi um importante pintor barroco flamengo do século XVII. É considerado por muitos historiadores da arte como um dos principais pintores do barroco europeu. Também atuou como diplomata nas negociações de paz entre Espanha e Inglaterra.


Rubens pintou entre os anos de 1598 e 1640. Uma de suas principais obras foi O rapto das filhas de Leucipo (1617).

 

Biografia resumida:


- Rubens nasceu na cidade de Siegen (Alemanha) em 28 de junho de 1577.

- No início da carreira de artista foi morar por oito anos na Itália, onde recebeu importante influência artística.

- Ao retornar para Antuérpia, onde viveu grande parte de sua vida, recebeu várias encomendas de reis e nobres da época.

- Em 1603 foi para a Espanha em missão diplomática.

- Em 1609 foi escolhido como pintor da corte do arquiduque da Áustria, Alberto VII.

- Entre setembro de 1628 e abril de 1629, fez sua segunda visita à Espanha. A viagem tinha como objetivo informar Felipe IV sobre a situação das negociações de um tratado de paz com a Inglaterra. Rubens foi um defensor da paz entre Espanha e Inglaterra no período.

- Morou em Londres no começo do ano de 1630.

- Rubens morreu de gota na cidade de Antuérpia (Bélgica) em 30 de maio de 1640.


- O óleo sobre tela foi o principais meio de pintura utilizado pelo artista.

 

Estilo e principais características de suas obras:


-  Valorizou a plasticidade da forma.

-  Pintou mulheres voluptuosas e corpulentas.

- Pintura de paisagens com valorizações das cores e movimentos.

-  Cenas mitológicas.

-  Cenas dramáticas e paixão religiosa.

-  Composições dinâmicas.

 

- Utilizou, na maioria de suas pinturas, a técnica do óleo sobre tela de madeira.


Autorretrato do pintor Rubens

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Autorretrato (1623)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Principais obras (pinturas):


- A adoração dos reis magos (1609)


- Autorretrato com sua esposa Isabel Brant (1609-1610)

- Prometeu acorrentado (1611 - 1618)

- A deposição da cruz (1611 - 1614)

- Vênus frígida (1614)

- Os silenos bêbados (1617)

- O sentido da visão (em parceria com Pieter Brueghel em 1617)


- O desembarque de Maria de Médicis no porto de Marselha
(1623-1625)

- A adoração dos reis magos (1624)

- Retrato de Suzanne Fourment (1625)

- A assunção da Virgem Maria (1625)

- Alegoria sobre as bênçãos da paz (1630)


- O jardim do amor (1633)

- O casaco de peles (1638)


O jardim do amor, pintura de Rubens

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O jardim do amor (1633), pintura de Peter Paul Rubens.


 

 

 


Curiosidade:

 

- Rubens foi casado por duas vezes. O primeiro casamento foi com Isabella Brant (1609–1626) e o segundo com Helena Fourment (1630–1640)

 

 

 

atualizado em 31/08/2020

___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).






Rubens Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

Vida e obra de Rubens

Autor: Andrson, Janice

Editora: Ediouro

Temas principais: Biografia, História da Arte

 

Rubens

Autor: Neret, Gilles

Editora: Taschen do Brasil

Temas principais: Artes, Pintura

 


Fontes de pesquisa do texto:

 

- HODGE, Susie. Breve História da Arte. São Paulo: Editora Gustavo Gili, 2018.

 

- CHILVERS, Ian. História Ilustrada da Arte. São Paulo: Publifolha, 2014.

 


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2020 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.