Badminton

Badminton 
História da Badminton, regras, jogo, federação, objetivo, foto, peteca

badminton - foto Badminton: um dos esportes mais praticados no mundo

O que é e história da Badminton 

O Badminton é um esporte muito parecido com o tênis, porém, no lugar de uma bola utiliza-se uma espécie de peteca. Na prática deste esportes são exigidas várias habilidades como, por exemplo, agilidade, força física, velocidade, reflexo, flexibilidade e resistência física.

Este esporte foi levado para a Inglaterra por militares ingleses, que o conheceram na Índia durante a fase da colonização inglesa (século XIX). Na Índia, o jogo possuia o nome de poona. Em 1873, surgiu a versão oficial do jogo, através do duque inglês de Beaufort.


Conhecendo o campo e os equipamentos

O badminton é praticado um contra um ou em duplas. Utiliza-se uma raquete e uma peteca (chamada de volante ou birdie). A quadra ou campo, onde este jogo é praticado, possui o formato retangular (13,4 metros de comprimento por 6,1 de largura). No meio da quadra é colocada uma rede de 6,10 metros de comprimento e 75 cm de altura. Esta rede fica presa nas extremidades por dois postes de metal que medem 1,55 metros. 

Objetivo e regras do jogo

O jogo é acompanhado por um árbitro que marca os pontos e aplica as regras necessárias. Cada jogador usa uma raquete para bater na peteca. O objetivo do jogo é fazer com que a peteca toque o campo do adversário, passando por cima da rede. Quando isto acontece é contabilizado um ponto. Quando o jogador joga a peteca para fora da quadra, o ponto é contabilizado para o adversário. O jogo é dividido em três games de 15 pontos. O jogo é vencido pelo jogador ou dupla que ganhar dois ou três games (sets). Os jogos individuais femininos são realizados em três games de 11 pontos.

Destaque na história do badminton:

- A tailandesa Susi Susanti ganhou medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992).

- A coreana Bang Soo-Hyun ganhou medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta (1996).

- A dinamarquesa Camilda Martin foi campeã mundial em 1999 e vice-campeã nas Olimpíadas de Sydney (2000).

- O chinês Lin Dan, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim (2008) e Londres (2012).

Curiosidades:

- A peteca de badminton possui 16 penas de ganso.

- O badminton é o segundo esporte mais praticado no mundo. É muito popular em países do Oriente como, por exemplo, Cingapura, Índia, Indonésia, China, Paquistão, Japão e Tailândia.

- O badminton é um jogo muito rápido e a peteca pode atingir uma velocidade superior a 300 km/h numa raquetada.

- As competições internacionais oficiais de Badminton são organizadas pela IBF (Federação Internacional de Badminton).

- No Brasil, as competições oficiais são organizadas pela CBB (Confederação Brasileira de Badminton).

- As principais competições de badminton são: Copa Sudirnan (duplas masculino e feminino), Copa Thomas (duplas masculinas), Copa Uber (duplas feminino). Porém, a competição mais importante é o Campeonato Mundial de Badminton. O último ocorreu em Londres (Inglaterra) em 2011.

- O badminton é uma modalidade das Olimpíadas desde 1992.

- Atualmente, a China pode ser considerada a grande potência do badminton mundial. O país foi o que mais ganhou medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. 

- O jogador de badminton que obteve grande destaque nas Olimpíadas de 2008, realizada em Pequim, foi o chinês Lin Dan. Ele foi campeão na categoria masculino simples. Já em 2012, nas Olimpíadas de Londres, Lin Dan repetiu o feito e ganhou novamente a medalha de ouro na mesma categoria. 

- Nas Olimpíadas de Londres 2012, o badminton fez parte das competições.

 

 

 

 

_________________________________

Veja também:

Olimpíadas de Londres 2012

_________________________________

 

 

Acessar Esportes

Página Inicial | Pesquisar Conteúdo | Trabalhos Escolares | Dicas de Estudo

 

 

 

Copyright © 2004 - 2012 Sua Pesquisa.Todos os direitos reservados. Este texto não pode ser reproduzido
sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.