gripe aviária ou gripe do frango - sua pesquisa

Gripe Aviária ou Gripe do Frango
Características, o vírus H5N1, primeiros casos da doença, sintomas, formas de contagio, os hospedeiros, possibilidades de epidemia, a doença nos seres humanos e nas aves, casos de epidemia na Ásia, cura, vacinas e remédios

foto do vírus
Imagem do vírus H5N1: o causador da gripe aviária

O que é 

A gripe aviária, também conhecida como gripe do frango, gripe dos pássaros ou gripe asiática é uma doença típica das aves. Esta enfermidade, em função de suas características, pode ser transmitida das aves para certas espécies de mamíferos como, por exemplo, o gato doméstico e o ser humano. Até o momento, existem poucos indícios de que a doença pode ser transmitida de humano para humano.

Causa e outras informações importantes

Esta enfermidade é causada pelo vírus influenza aviário H5N1 (da mesma família dos vírus que provocam a gripe comum).

A gripe aviária foi identificada pela primeira vez no final do século XIX, na Itália. Na ocasião, ganhou o nome de doença da Lombardia (região italiana). Porém, foi somente no ano de 1955 que ela foi descrita como uma doença provocada pelo vírus da família Influenza A.

As aves aquáticas são hospedeiras naturais deste tipo de vírus, não apresentando sintomas.

É no continente asiático, principalmente na China, que a doença alastra-se com mais rapidez na atualidade. Em Hong Kong, no ano de 1997, 18 casos foram relatados, apresentando quadros graves de complicações respiratórias. Neste caso, uma simples epidemia, causou a morte de 33% das pessoas contaminadas, ou seja, um alto índice de mortalidade para uma doença. Este fato tem levado as autoridades de saúde de diversos países a tomarem precauções importantes, a fim de evitarem uma epidemia de grandes proporções.

O vírus também leva a morte rápida grande parte de espécies de aves. A maioria dos animais morrem 24 horas após o contágio. Muitos produtores de frangos, gansos, patos e aves em geral podem perder toda a produção em questão de poucos dias, caso as aves contaminadas não sejam identificadas e sacrificadas. Os prejuízos comerciais e financeiros provocados por esta doença podem ser altíssimos, inclusive prejudicando a produção de carne de aves e ovos no mundo todo, em caso de uma epidemia de grandes proporções.

O medo de que a doença saia  do continente asiático, espalhando-se pelo mundo é grande, pois o pato selvagem, hospedeiro natural da doença, pode disseminar o vírus durante a fase migratória. Esta espécie de pato é mais resistente a enfermidade e raramente apresenta sintomas, fato que dificulta a identificação das rotas de transmissão.

Formas de contágio em seres humanos:
- contato direto com secreções de aves infectadas pelo influenza aviário H5N1;
- através do ar;
- água, alimentos e roupas contaminadas

Sintomas da gripe aviária em seres humanos:
- febre alta
- dores musculares
- dificuldades e problemas respiratórios
- ressecamento da garganta

As pesquisas na área de medicina ainda não resultaram num remédio capaz de curar uma pessoa com esta doença. Alguns remédios servem para diminuir a intensidade da doença e evitar contágios. Várias vacinas estão em fase de testes em diversos laboratórios espelhados pelo mundo.

Importante: Somente um médico, através de exames detalhados e específicos, está capacitado a identificar se uma pessoa está com a gripe aviária. Os sintomas deste tipo de doença são semelhantes ao de uma gripe comum. Portanto, qualquer pessoa ao apresentar tais sintomas deve procurar auxílio médico.

 

 

 

___________________________________________

Veja também:

VÍRUS

____________________________________________

Bibliografia indicada:

- A Gripe Aviária
  Autor: Stevens, Neil
  Editora: Isis
  Temas: Medicina, Saúde, Doenças, Vírus

- Saúde Aviária e Doenças
  Autor: Andreati Filho, Raphael Lucio
  Editora: Roca
  Temas: Veterinária, Zootecnia

____________________________________________

 



Acessar Saúde

Página Inicial | Pesquisar Conteúdo | Trabalhos Escolares | Dicas de Estudo

 

Copyright © 2004 - 2011  Sua Pesquisa.Todos os direitos reservados. Este texto não pode ser reproduzido
sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.