Carnaval de Olinda

Características, carnaval de rua, frevo, Bonecos Gigantes, festa popular, informações, tradições, carnaval de Pernambuco


Carnaval de Olinda: Bonecos Gigantes animam a festa (foto: Ana Cláudia Ribeiro - Pref. de Olinda)
Carnaval de Olinda: Bonecos Gigantes animam a festa (foto: Ana Cláudia Ribeiro - Pref. de Olinda)

 

Introdução


História do Carnaval de Olinda


O Carnaval de Olinda surgiu no começo do século XX. Sua origem está diretamente ligada ao surgimento de clubes carnavalescos como, por exemplo, Clube Carnavalesco Misto Lenhadores (origem em 1907) e Clube Carnavalesco Misto Vassourinhas (origem em 1912). Já a tradição dos desfiles de bonecos surgiu no começo da década de 1930. Foi no ano de 1932 que o boneco "Homem da Meia-Noite" foi pela primeira vez para as ruas da cidade animar o carnaval.

 

Bonecos Gigantes


Uma das principais marcas do carnaval de Olinda é o desfile dos Bonecos Gigantes. Confeccionados de madeira, papel e tecidos, estes bonecos são conduzidos pelas ruas da cidade, animando os foliões. Um dos bonecos mais conhecidos e tradicionais é o “Homem da meia-noite”.

 

Estes bonecos são representações de importantes personalidades históricas do Brasil e do mundo. Políticos, músicos, atletas e artistas famosos são transformados, com muito talento e arte, nestes lindos símbolos do carnaval olindense.

 

Frevo


Os desfiles de rua são animados com muito samba e frevo. Embora surgido no Recife, o frevo já faz parte do carnaval de Olinda há várias décadas. É o frevo que anima e contagia os foliões pelas ruas e ladeiras da Cidade Alta.

 

Festa popular


Todos os carnavais mais de um milhão de foliões participam da festa popular. São aproximadamente 500 grupos carnavalescos que desfilam pelas ruas, principalmente do centro velho de Olinda. Além dos clubes carnavalescos, saem às ruas clubes de frevos, blocos, maracatus, troças, afoxés e caboclinhos.

 

As tradições do carnaval de Olinda representam a mais pura mistura de traços culturais dos povos que formaram a nação brasileira (negros, índios e europeus).

 

Curiosidade:


- Um dos mais conhecidos bonequeiros de Olinda é o artista plástico Silvio Botelho.




Impressão Google+


Carnaval de Olinda Temas Relacionados
Bibliografia Indicada

 

- Olinda, Carnaval e povo
  Autor: Ataíde, José
  Editora: Fcpsho
  Temas: História do Carnaval, Música


Veja Também


Temas diversos

Siga-nos no
Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor.
Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2004 - 2015 SuaPesquisa.Com
Todos os direitos reservados.