Galáxia

Lixo Espacial
O que é, exemplos, problemas gerados, tipos, características, curiosidades, detritos espaciais, poluição espacial

lixo espacial
Imagem mostrando a presença de lixo espacial na órbita terrestre

 

O que é

Também chamados de detritos espaciais, são objetos artificiais que não possuem mais utilidade e estão na órbita da Terra. Estes objetos formam uma espécie de nuvem sobre o planeta. Possuem tamanhos e pesos variados (de gramas até toneladas). Ficam orbitando nosso planeta a uma velocidade de aproximadamente 35 mil km/h.

Exemplos de lixo espacial:

- Detritos e componentes (elétricos e eletrônicos) de satélites;

- Restos de foguetes espaciais;

- Ferramentas perdidas pelos astronautas;

- Partículas de tinta;

- Combustíveis;

Problemas gerados pela poluição espacial

Um dos problemas é o choque entre estes detritos e satélites (previsão do tempo, transmissão de dados, etc.) que estão em funcionamento. A colisão com estes detritos pode danificar estes equipamentos ou até deixa-los inativos, aumentando ainda mais o lixo espacial.

Muitos destes detritos pequenos caem no planeta, porém acabam queimando antes de tocar o solo. Os maiores podem atravessar a atmosfera terrestre e atingir o solo, causando estragos ou até mortes. Porém, neste último caso, felizmente, as chances são extremamente reduzidas.

Outro problema apontado por especialistas é com relação ao futuro. Dentro de algumas décadas, se a quantidade de lixo espacial continuar a crescer, ficará praticamente inviável enviar e manter satélites na órbita terrestre.

Curiosidades

- De acordo com relatório da NASA (National Aeronautics and Space Administration) divulgado em 2008, existem cerca de 17 mil detritos espaciais com medida acima de 10 cm, 200 mil entre 1 e 10 cm e milhões de fragmentos com menos de 1 cm. Atualmente estes números devem ter aumentado.

- Todo satélite entra em órbita com um prazo, ou seja, um tempo útil de funcionamento. Quando param de funcionar são simplesmente abandonados no espaço e viram lixo espacial. 

- Em julho de 1979, a estação espacial desativada Skylab caiu no planeta Terra. Pesando cerca de 70 toneladas, partiu em vários pedaços ao entrar na atmosfera terrestre. Por sorte, estes fragmentos, muitos de grande porte, caíram no Oceano Índico e regiões desabitadas da Austrália. O fato gerou grande preocupação no mundo todo, pois não se sabia em que local o objeto cairia.

 

____________________________

Veja também:

Astronomia 
Lixo Eletrônico 
Lixo Nuclear
____________________________

Acessar Ciências e Tecnologia

Página Inicial | Pesquisar Conteúdo | Trabalhos Escolares | Dicas de Estudo

 

 

 

Copyright © 2004 - 2013 Sua Pesquisa.Todos os direitos reservados. Este texto não pode ser reproduzido
sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.